RedeMob Consórcio entrega proposta de interdição de terminais na Região Metropolitana de Goiânia

Publicado em: 9 de julho de 2020

Parte da proposta é criar linhas diretas dos bairros mais populosos (origem) para os locais com maior demanda (destino). Foto: Divulgação.

Projeto foi endereçado à CMTC

JESSICA MARQUES

O RedeMob Consórcio informou nesta quinta-feira, 09 de julho de 2020, que já entregou a proposta de interditar os terminais de ônibus da Região Metropolitana de Goiânia. A medida tem como objetivo evitar aglomeração, por conta da pandemia de Covid-19.

Ainda de acordo com o consórcio, a proposta foi endereçada à CMTC (Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos). Em nota à mídia local, o órgão havia informado anteriormente que não devem ser feitas alterações a princípio, contudo, vai avaliar a sugestão das empresas.

A proposta é para interditar os terminais com menor demanda, em seguida, os com maior circulação de passageiros. Em seguida, os usuários seriam orientados com base no novo modelo de operação, que ficaria em vigor de 11 a 23 de julho, caso fosse aprovado pelo poder público conforme sugerido.

Parte do projeto consiste em criar linhas diretas dos bairros mais populosos (origem) para os locais com maior demanda (destino). Além disso, concentrar a oferta de viagens nas linhas de eixo com maior demanda.

Outra mudança seria transferir parte da oferta de viagens das linhas alimentadoras de bairros menos populosos para as linhas de Eixo. Neste caso, porém, os passageiros esperariam por mais tempo nos pontos e teriam que baixar o aplicativo SimRmtc para saber o horário de chegada dos ônibus.

Confira os detalhes: RedeMob Consórcio propõe interdição de terminais da Região Metropolitana de Goiânia

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta