Mauá mede temperatura da população e distribui álcool gel no Terminal Rodoviário e acesso à estação de trem

Publicado em: 9 de julho de 2020

Barreiras sanitárias fazem parte de programa denominado Stop Corona. Foto: Divulgação.

Ações também se aplicam a centros comerciais, feiras livres e outros locais públicos com grande circulação de pessoas

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Mauá, no ABC Paulista, informou por meio de nota que instalou barreiras sanitárias em diversos pontos da cidade. As estruturas foram montadas em vias públicas para motoristas, centros comerciais, no Terminal Rodoviário e locais de acesso à Linha 10-Turquesa da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).

A medida também está sendo realizada em bairros com maiores índices de contaminação e pontos de grande circulação de pessoas, como feiras livres por exemplo.

“As barreiras seguirão modelos usados em países da Europa, como aferição de temperatura, saturação de oxigênio, distribuição de álcool em gel, além de informações sobre a melhor maneira para prevenção contra o coronavírus”, informou a Prefeitura, em nota.

O objetivo é evitar a propagação do novo coronavírus. As barreiras sanitárias pela cidade integram o programa denominado Stop Corona. De acordo com o prefeito Atila Jacomussi, a ação visa ampliar a política de proteção à população perante a ameaça da Covid-19.

As medidas começam a ser implementadas a partir desta quarta-feira, 08 de julho de 2020, e regiões da cidade com maiores números de infectados serão prioridade.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica, vinculada à Secretaria de Saúde, Mauá registrou até o momento 147 óbitos causados pelo novo coronavírus.

“Antes da barreira, a administração municipal instalou três lavatórios públicos na região central, com torneiras providas de sensores de aproximação e sabão, além de distribuir 450 mil máscaras de pano, que podem ser reutilizadas após lavagem”, detalhou a Prefeitura.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta