BRT Rio tem 80% da frota com adesivos marcando distanciamento dos passageiros

Publicado em: 8 de julho de 2020

Consórcios que não disponibilizarem as marcações estão sujeitos a multa. Foto: Renan Vieira / Ônibus Brasil.

Medida foi determinada pela Prefeitura com o objetivo de combater a pandemia de Covid-19

JESSICA MARQUES

O BRT Rio tem 80% da frota com adesivos marcando a posição que devem ficar os passageiros no piso dos veículos articulados, garantindo o distanciamento entre eles. A informação foi divulgada nesta quarta-feira, 08 de julho de 2020, ao Diário do Transporte, e a adesivação continua.

A medida foi determinada pela Prefeitura do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria Municipal de Transportes. O objetivo da medida é combater a pandemia de Covid-19, garantindo que os passageiros em pé nos coletivos não fiquem muito próximos.

De acordo com as novas regras, os operadores do sistema BRT e dos ônibus convencionais devem indicar, com adesivos ou pintura no piso dos coletivos, o local onde cada passageiro poderá ser transportado em pé, respeitando o limite de duas pessoas por metro quadrado.

Relembre: Prefeitura do Rio de Janeiro publica regras de distanciamento entre passageiros em pé nos ônibus

Confira a nota do BRT Rio, na íntegra:

Até o momento, 80% da frota do BRT já estão com os adesivos que demarcam a posição dos passageiros no piso dos articulados.

O BRT Rio vem trabalhando para a conclusão desse trabalho até o fim do dia de hoje, véspera do início da fiscalização. Além disso, estamos veiculando campanhas informativas sobre os cuidados necessários em nossas TVs embarcadas e reforçando a colocação de cartazes com medidas de prevenção em todos os terminais e estações.

O BRT Rio conta com a atuação diária de agentes com poder de polícia, de modo que a limitação de acesso de passageiros seja efetivamente cumprida, visto que diferentes ações de conscientização de passageiros já vêm sendo desenvolvidas desde os primeiros dias da pandemia.

MULTA

O prazo determinado pela Prefeitura do Rio de Janeiro para a colocação dos adesivos termina nesta quarta-feira, 08. Os consórcios que não disponibilizarem as marcações estão sujeitos a uma multa de R$ 924,38 por veículo.

A Prefeitura informou que vai reforçar ações de fiscalização em estações e terminais de ônibus, incluindo o BRT. O Diário do Transporte procurou o Rio Ônibus – Sindicato das Empresas de Ônibus da Cidade do Rio de Janeiro sobre a adesivação e aguarda um posicionamento.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta