São Paulo não terá greve de Metrô nesta quarta-feira, 08 de julho de 2020

Publicado em: 7 de julho de 2020

Sistema de operação pública tem três linhas de metrô e uma de monotrilho

Decisão foi tomada na noite desta terça-feira, em assembleia virtual. Metroviários protestam contra o que consideram cortes de direitos já conquistados 

ADAMO BAZANI/WILLIAN MOREIRA

São Paulo não terá greve do Metrô de São Paulo nesta quarta-feira, 08 de julho de 2020.

A decisão ocorreu em assembleia virtual realizada pelo Sindicato dos Metroviários de São Paulo, representante dos funcionários do setor.

O sindicato apresentou proposta como alternativa à greve de abertura de catracas para a população e a empresa não aceitou.

Em caso de greve, o TRT – Tribunal Regional do Trabalho, atendendo à ação do Metrô, determinou 100% do contingente em horários de pico e 70% nas demais horas.

“De forma unilateral e autoritária, o Metrô realizou cortes nos salários de junho dos metroviários, relativos a diminuição e extinção de vários direitos. A atitude do Metrô provocou indignação geral entre os trabalhadores.” – diz uma postagem da entidade.

A categoria protesta contra alterações realizadas pela companhia em direitos trabalhistas já existentes, dentre eles:

* redução de 100% para 50% das horas extras;

* fim do adicional de risco de vida para OTMs (Operador de Transporte Metroviário) e ASMs (Agente de Segurança Metroviária);

* redução do adicional noturno de 50% para 20%;

* fim do auxílio-transporte da complementação salarial para afastados por auxílio-doença e acidente de trabalho;

* gratificação de férias que cai para 1/3 do salário.

A votação para decidir sobre a greve foi realizada de modo online, com cada funcionário cadastrado votando sobre o SIM ou NÃO para a interrupção do serviço.

Com maioria de votos para o NÃO, fica mantido o  chamando “estado de greve” com uso de coletes, adesivos e a mobilização em pleito as reivindicações acima citadas.

Desta maneira, a circulação de trens na Linha 1-Azul, Linha 2-Verde, Linha 3-Vermelha, Linha 15-Prata do monotrilho será normal, abrindo às 4h40 como habitual.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes e Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta