BRT de Belém (PA) ficará suspenso até 30 de julho

Publicado em: 5 de julho de 2020

Medida tomada pela SeMOB tem objetivo de evitar maior propagação do novo coronavírus

WILLIAN MOREIRA

A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (SeMOB) anunciou que o sistema de BRT da cidade de Belém no Pará e seus terminais e estações vão continuar fechados até o 30 de julho. O objetivo da decisão é impedir a transmissão do novo coronavírus.

Segundo o superintendente da SeMOB, Gilberto Barbosa, em nota divulgada para a imprensa, a continuidade da suspensão tem como finalidade evitar a circulação dos veículos climatizados, pois estes não permitem abertura de janelas e que a concentração de pessoas no embarque e desembarque nas estações deve ser evitado.

“Todas as estratégias tomadas pela gestão municipal visam a não proliferação do novo coronavírus em Belém, e seguem as orientações fornecidas pelas autoridades de saúde, já que terminais de integração e estações são, por natureza, locais de concentração de pessoas que fazem embarque e desembarque, e isso deve ser evitado cada vez mais”, explicou Gilberto.

Antes da pandemia, a média diária de passageiros era de 1 milhão de passageiros. Com a demanda em queda desde o começo da pandemia, atualmente o fluxo é 80% menor e para manter a viabilidade econômica das empresas que atuam na cidade, uma diminuição da quantidade de veículos nas ruas foi promovida, em especial no período de lockdown para desestimular as pessoas a saírem as ruas.

“É preciso compreender que não há possibilidade de retomada do Sistema BRT Belém ainda, haja vista que ele, pelo seu formato, vai de encontro às determinações sanitárias atuais de evitar aglomerações em ambientes fechados”, concluiu o superintendente.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta