Ônibus de Curitiba voltam a operar com metade da lotação

Publicado em: 3 de julho de 2020

Ônibus do transporte coletivo na Avenida Sete de Setembro com mensagens alusivas ao uso de máscaras pela população. Foto: Daniel Castellano / SMCS.

Norma entrou em vigor novamente nesta sexta

JESSICA MARQUES

Os ônibus de Curitiba, no Paraná, voltaram a circular com 50% da capacidade de lotação nesta sexta-feira, 03 de julho de 2020. A medida está prevista no decreto 875/2020, publicado nesta quinta-feira, 02, pela Prefeitura.

O texto também cita que o município vai seguir o decreto 4.942 de 30 de junho, do Governo do Estado, que fez alterações pelo decreto 4.951 de 1° de julho. O decreto municipal 875/2020 revoga o 870/2020.

Relembre: Em novo decreto, Ratinho Júnior deixa mais brandas regras para o transporte coletivo em medidas de restrição à Covid-19

Assim, de acordo com o novo decreto do Governo do Estado, deixa de valer a determinação de que os ônibus deveriam circular somente com passageiros sentados. A medida chegou a vigorar por um dia na capital.

Relembre: Ônibus de Curitiba podem circular somente com passageiros sentados

LOTAÇÃO MÁXIMA POR HORÁRIO

No novo decreto, o Governo do Estado estabelece mudanças nessa regra, com a determinação de lotação máxima de 65% dos veículos das 5h às 8h e das 15h30 às 19h30 e de até 55% da capacidade de lotação nos demais períodos do dia.

Com a alteração das regras pelo Governo do Estado, a Prefeitura de Curitiba optou por manter inalterada a regra anterior que estava em vigor na capital. Mais rígida que a do governo estadual, ela prevê que os ônibus do transporte coletivo só possam circular com 50% da capacidade de lotação. Essa determinação estava em vigor desde 15 de junho no transporte coletivo de Curitiba.

Relembre: Ônibus de Curitiba vão circular somente com a metade da capacidade de passageiros

“Os motoristas não devem parar para embarque em estações-tubo ou pontos se o veículo já estiver com metade da capacidade ocupada. Nos terminais, as maiores linhas podem iniciar viagem com no máximo 30% de ocupação”, informou a Prefeitura, em nota.

A Urbs também informou que será mantida a prioridade no embarque de pessoas que trabalham em hospitais e clínicas e o funcionamento da Linha Expresso Exclusivo Saúde, que entrou em circulação na última segunda-feira, 29.

“Exclusiva para passageiros do setor de saúde, a linha tem dois horários de embarque no terminal do Pinheirinho – às 6h e 7h – e dois na Praça Rui Barbosa, às 18h20 e 19h20.”

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta