Prefeitura de Guarulhos vai acatar decisão liminar e colocar 100% da frota de ônibus em operação

Publicado em: 30 de junho de 2020

Objetivo é evitar aglomeração no transporte coletivo. Foto: Fabio Lima / Ônibus Brasil.

Atualmente, frota opera com 65% do total e Justiça deu prazo de 10 dias para ampliação

JESSICA MARQUES
Colaborou Willian Moreira

A Prefeitura de Guarulhos, na Região Metropolitana de São Paulo, vai colocar 100% da frota de ônibus em operação. A administração municipal informou ao Diário do Transporte que vai acatar uma decisão liminar da Justiça que estipula o percentual.

O Tribunal de Justiça de São Paulo determinou que em dez dias a Prefeitura de Guarulhos coloque todos os veículos do transporte coletivo para operar. A decisão tem como objetivo evitar aglomerações no transporte, uma vez que há mais pessoas na rua com a flexibilização.

Atualmente, a frota de ônibus da cidade opera com 65% do seu total em dias úteis e 50% dessa capacidade nos finais de semana. Confira a nota da Prefeitura, na íntegra:

“A Prefeitura de Guarulhos vai atender a decisão liminar que determina o retorno de 100% da frota do transporte público à atividade. Isso será feito, cumprindo a determinação da Justiça, mas ainda existem funcionários (motoristas) com contratos suspensos. As empresas já estão buscando se readequar ao momento para operarem com capacidade máxima. Atualmente a frota opera com 65% do seu total, no dias da semana, com 50% dessa capacidade nos finais de semana. Com relação aos horários das linhas, eles podem ser acompanhados pelo link https://www.guarulhos.sp.gov.br/linhas-de-onibus-em-operacao.”

MÁSCARAS

Após o início da flexibilização de atividades em Guarulhos, a Prefeitura também reforçou a obrigatoriedade do uso de máscara no transporte público. De acordo com a administração municipal, o acessório é ainda mais importante neste período, para prevenção do novo coronavírus.

Relembre: Com flexibilização, Guarulhos reforça obrigatoriedade do uso de máscara no transporte público

Além disso, quem não usar máscara poderá ser multado. O governo do Estado de São Paulo publicou nesta terça-feira, 30 de junho de 2020, a resolução que prevê multas para estabelecimentos e para pessoas pelo não uso de máscara contra a Covid-19.

Para os estabelecimentos, a penalidade será, a partir desta quarta-feira, 1º de julho, de 182 (cento e oitenta e duas) Unidades Fiscais do Estado de São Paulo – UFESP’s, correspondentes a R$ 5.025,02. Já para as pessoas em locais públicos, a multa fica prevista em 19 Unidades Fiscais do Estado de São Paulo, correspondentes a R$ 524,59.

Relembre: Resolução de Doria sobre máscaras abre possibilidade de multa para empresas de transporte e passageiros

Veja a decisão sobre Guarulhos na íntegra:

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Evandro da Silva Pires disse:

    Essa aceitação das empresas de ônibus de Guarulhos é conversa fiada pois não mudou nada se tratando do número de pessoas dentro do ônibus ou nos pontos . sempre cheio a mesma coisa do trem , foi levado pra Guarulhos para quem vai viajar e não com intenção de ajudar os moradores da região que trabalha fora da cidade ,tendo que chegar na zona leste e fazer baldeação no trem que vem do extremo leste impossível manter distanciamento social dessa forma..

  2. Hele Donato disse:

    Esses horários de saída dos ônibus divulgados nos links estão muito mentirosos. De jeito nenhum que você um 275 por exemplo, saindo do shopping a cada 15 minutos. Só essa semana semana estava demorando mais de uma hora entre um e outro. Por favor, parem de fazer as pessoas de besta, que falta de respeito.

Deixe uma resposta