Com flexibilização, Guarulhos reforça obrigatoriedade do uso de máscara no transporte público

Publicado em: 29 de junho de 2020

Segundo a administração municipal, acessório é ainda mais importante neste período

JESSICA MARQUES

Após o início da flexibilização de atividades em Guarulhos, na Região Metropolitana de São Paulo, a Prefeitura reforçou a obrigatoriedade do uso de máscara no transporte público. De acordo com a administração municipal, o acessório é ainda mais importante neste período, para prevenção do novo coronavírus.

“A medida, adotada no dia 27 de abril, ganha ainda mais importância com as novas regras de flexibilização, pois implicou o aumento do número de passageiros com a abertura de diversas atividades econômicas“, informou a Prefeitura, em nota.

Desta forma, a Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana de Guarulhos informou que tem mantido rígida a fiscalização nos terminais de ônibus. A exigência atende ao decreto municipal 36.811, publicado no dia 21 de abril no Diário Oficial.

As empresas de ônibus também reforçaram a medida por meio de adesivos fixados nos para-brisas dianteiros dos ônibus com os dizeres “Embarque permitido somente com o uso de máscaras”.

A Prefeitura esclarece também que todos os cidadãos devem utilizar máscara, seja cirúrgica ou de tecido. A medida não é obrigatória somente nos ônibus, mas em todos os locais públicos.

MULTAS

Além disso, em todo o estado de São Paulo, estabelecimentos comerciais que tiverem pessoas sem máscara serão multados em R$ 5 mil, independentemente do porte.

A informação é do governador João Doria, em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira, 29 de junho de 2020. Por sua vez, as pessoas físicas serão multadas em R$ 500 em espaços públicos e abertos, o que inclui o transporte coletivo.

Relembre: Estabelecimentos comerciais com pessoas sem máscara serão multados em R$ 5 mil e pessoas físicas, em R$ 500, diz Doria

LIMPEZA EM GUARULHOS

A Prefeitura informou também que realiza diariamente o trabalho de limpeza dos terminais de ônibus da cidade. O trabalho é feito com caminhões-bomba e mangueiras de alta potência para a lavagem de todos os boxes de paradas dos coletivos, além dos pontos de espera dos passageiros.

Além disso, os funcionários das empresas de transportes têm feito a limpeza dos veículos a cada viagem. Os trabalhadores limpam bancos, portas, vidros laterais e frontais, além de todos os balaústres onde os usuários se seguram, com álcool em gel 70%, segundo a Prefeitura.

RECOMENDAÇÕES

Confira abaixo as recomendações divulgadas pela Prefeitura de Guarulhos para prevenção do novo coronavírus na cidade:

1) Se você estiver com sintomas de gripe, especialmente com febre, evite utilizar o transporte público, fazendo-o somente em estrita necessidade e usando máscara;

2) Quando for tossir ou espirrar, cobrir a boca e o nariz com o cotovelo/antebraço – quando se usa a mão, há uma maior possibilidade de transmitir o vírus pelo toque ou depositá-lo em alguma superfície do veículo, como pega-mãos, corrimãos, barras de apoio, catracas, leitores de bilhetes/cartões e dinheiro;

3) Evite tocar nos olhos, nariz e boca sem higienizar as mãos;

4) Sempre lave as mãos com água e sabão. A dica é lavá-las enquanto se canta parabéns mentalmente ou se conta até 20 (este tempo é necessário para uma higienização adequada). Outra opção é utilizar álcool em gel 70%;

5) Durante a viagem, se possível, abra a janela do veículo e o mantenha bem ventilado;

6) Se você for idoso procure evitar a utilização do transporte público em horários de pico.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Núbia Santos Veneravel da Silva disse:

    E o prefeito disse quando o transporte volta? Estamos com redução da frota desde o início da pandemia, tudo está voltando a funcionar, mas não se fala na volta do transporte público. Enquanto isso, nós trabalhadores temos que sair mais cedo de casa e enfrentar ônibus lotados, pois ninguém pensa na população de Guarulhos.

Deixe uma resposta