Covid-19: São Sebastião revoga flexibilização no comércio e reduz frota do transporte coletivo

Corte de 30% na frota visa diminuir lotação dos ônibus, afirma prefeitura

ALEXANDRE PELEGI

A prefeitura de São Sebastião, município do litoral de São Paulo, decidiu rever o Plano de Reabertura Gradual da Economia.

Apesar de permanecer na Fase 3, algumas categorias terão seus protocolos de funcionamento revistos.

Segundo comunicado da prefeitura, isso se deve ao aumento do número de casos confirmados de coronavírus, ao crescimento do atendimento e da taxa de ocupação de leitos de UTI nas unidades hospitalares exclusivas para tratamento de síndrome respiratória.

A partir desta segunda-feira, 29 de junho de 2020, o transporte coletivo passa a atuar com 70% de sua frota, “visando diminuir a lotação dos ônibus e, assim, minimizar a aglomeração de pessoas”, informa a prefeitura.

Além do transporte, os ajustes nas medidas de flexibilização ocorrem nos seguintes setores:

– Praias, cachoeiras e trilhas – proibição a frequência desde esta sexta-feira (26);

– Bares, adegas, lojas de conveniência, bancas de jornal e ambulantes de bairro – passam a fechar às 18h;

– Hotéis, pousadas e estabelecimentos similares –  funcionam até domingo (28). A partir de segunda-feira (29), o funcionamento fica suspenso, aguardando análise do Comitê da Gestão de Crise;

O descumprimento do decreto, informa o município, pode incorrer em perda de alvará de licença e funcionamento.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Flávio Marques disse:

    Que absurdo ao invés de ampliar mais veículos para manter a distancia vai aglomerar mais, parabéns! Brasillllll

Deixe uma resposta