Sem acordo, greve de ônibus em Vitória continua

Publicado em: 23 de junho de 2020

Greve dos ônibus da Tabuazeiro, uma das três empresas que atuam em Vitória começou na segunda-feira. Foto: Carlos Henrique Bravin/Ônibus Brasil.

Reunião entre sindicato que representa os trabalhadores e representantes da empresa foi realizada nesta terça

WILLIAN MOREIRA

Sem um acordo, a greve de ônibus que afeta os passageiros em Vitória, no Espírito Santo, continua. Não foram feitos avanços durante a reunião realizada nesta terça-feira, 23 de junho de 2020 entre o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Espírito Santo (Setpes) e o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Espírito Santo (SindRodoviarios) para buscar uma solução que colocasse fim a greve dos ônibus da empresa Tabuazeiro.

O Setpes alegou que a empresa que opera os ônibus “verdinhos” precisa de dinheiro para conseguir quitar as pendências financeiras, já que vem arrecadando 200 mil reais por mês e as despesas ultrapassam 1 milhão de reais.

Em razão disto e da falta de uma data concreta para que os salários sejam pagos, o SindRodoviarios decidiu manter a paralisação pelo menos até o dia 26 de junho, quanto será realizada nova reunião entre as partes.

A greve dos ônibus da Tabuazeiro, uma das três empresas que atuam em Vitória começou na segunda-feira, 22, como forma de protesto pelo atraso de pelo menos 3 meses em salários e benefícios para motoristas, cobradores e outros funcionários.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transport

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta