Prefeitura de São Paulo prorroga por mais um ano contrato para corredor de ônibus e prolongamento da Avenida Carlos Caldeira Filho

Publicado em: 23 de junho de 2020

Ônibus na zona Sul. Transportes devem ganhar fluidez na região

Contratação ocorreu em 2015 e obras deveriam ter acabado em 2018

ADAMO BAZANI

A prefeitura de São Paulo prorrogou mais uma vez o contrato com o Consórcio CG – JZ – Carlos Caldeira para realizar o projeto e executar as obras de prolongamento da Av. Carlos Caldeira Filho, da Estrada de Itapecerica até a Estrada M’boi Mirim. As intervenções também contemplam a passagem inferior para ligação com a Estrada M’Boi Mirim, a elaboração de corredor de ônibus na Av. Carlos Caldeira Filho, dois viadutos sobre o futuro reservatório, reservatório de amortecimento de cheias, canalização do córrego Água dos Brancos (Capão Redondo) e sistema se microdrenagem.

O consórcio é composto pela Compec Galasso Engenharia e Construções Ltda e JZ Engenharia e Comércio Ltda

A prorrogação é por um ano e é a quarta vez que o prazo e os preços são alterados.

O contrato inicial foi assinado em dezembro de 2015 e deveria ter sido cumprido em 36 meses, ou seja, as obras deveriam ter sido concluídas em dezembro de 2018.

Como a publicação no Diário Oficial da Cidade de São Paulo desta terça-feira, 23 de junho de 2020, é por omissão, ou seja, já deveria ter ocorrido, o aditamento é, na verdade, de 13 de maio de 2020. Assim, o consórcio tem até 13 de maio de 2021.

O valor inicial era de R$ 179,3 milhões (R$ 179.324.091,18).

A obra é aguardada tanto para evitar enchentes no local como para melhorar a mobilidade urbana.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta