Acidentes em Presidente Prudente caem 30% após instalação de radares

Foto: Divulgação Prefeitura de Presidente Prudente/SEMOB

Alguns pontos monitorados receberam em abril o dispositivo, baixando o número de acidentes neste locais

WILLIAN MOREIRA

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e Cooperação em Segurança Pública (SEMOB) de Presidente Prudente, no interior de São Paulo, divulgou dados referentes a acidentes de trânsito no município, apontando uma redução de 30% após a instalação de pontos com radares.

Apenas no primeiro trimestre, a média de acidentes era de 310 ao mês, com 110 vítimas, sendo 303 em janeiro (com 110 vítimas), 347 em fevereiro (e 117 vítimas) e outros 289 (com 130 vítimas) em março.

Já em abril quando os radares foram instalados e o mês de maio de 2020, o registro foi de 115 acidentes em abril, sendo 78 com vítimas, e em maio 113, com 93 com vítimas.

“A diminuição no número de acidentes resulta até mesmo em economia à saúde. A tendência é que esse índice diminua cada vez mais conforme as pessoas vão se educando”, explica Adauto Cardoso, secretário de Mobilidade, em nota divulgada para a imprensa.

Os motoristas flagrados em abril e maio cometendo infrações ao passar por estes radares não estão isentos da multa, já que atualmente a Deliberação N° 186 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) impede que os condutores sejam notificados de suas infrações de trânsito, até que a interrupção dos prazos para apresentar recurso das multas seja suspenso. Quando for possível novamente recorrer de infrações de trânsito, estes condutores serão notificados com a data e local de onde a multa foi aplicada e flagrada.

“Embora não sejam emitidas, as infrações são computadas normalmente. Tem pessoas que podem ser surpreendidas com mais de uma autuação, por isso é importante respeitar os limites de velocidade”, conclui Adauto, em nota.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Kkkkk, que piada de mal gosto e sem noção

  2. DIEGO disse:

    Ótima notícia, só mexendo no bolso desses navalhas que aprender a respeitar as leis e dessa forma ocorrer menos acidentes.

Deixe uma resposta