Demanda dos ônibus em Campinas cai 15% com comércio fechado e prefeito não descarta “lockdown”

Publicado em: 22 de junho de 2020

Ônibus de linha municipal em Campinas

01

ADAMO BAZANI

A demanda de passageiros nos ônibus municipais de Campinas, no interior paulista, caiu 15% nesta segunda-feira, 22 de junho de 2020, em comparação com a segunda-feira anterior por causa da volta do fechamento de estabelecimentos comerciais e shoppings.

A informação é do secretário de transportes, Carlos José Barreiro, a órgãos de imprensa da cidade.

Barreiro disse ainda que avalia se haverá redução de frota.

Os estabelecimentos foram reabertos no início do mês, mas a quantidade de pessoas infectadas e de óbitos e da ocupação no sistema de saúde começaram a subir de forma muito rápida depois da abertura, de acordo com o prefeito Jonas Donizette.

Em uma transmissão ao vivo em rede social (live), ao responder um expectador, Donizette disse que não descarta um “lockdown”, fechamento mais rígido, se for necessário e no tempo certo, mas que o intuito é evitar a necessidade da medida.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta