Prefeitura acaba com bloqueios parciais de ruas do Rio de Janeiro

Foto: prefeitura do Rio de Janeiro

Prefeito Marcelo Crivella manteve medida restritiva nos calçadões de Bangu e Campo Grande, e na área comercial da Pavuna

ALEXANDRE PELEGI

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, determinou o fim dos pontos de bloqueios em ruas de 10 bairros das zonas Norte e Oeste da cidade.

O anúncio da medida foi realizado na manhã desta quinta-feira, 18 de junho de 2020.

O prefeito, no entanto, manteve as intervenções dos calçadões de Bangu e Campo Grande, na Zona Oeste, e da região comercial da Avenida Sargento de Milícias, na Pavuna, Zona Norte.

De acordo com Crivella, é necessário assegurar novamente o fluxo no trânsito, “a partir do momento em que, nessa fase atual de retomada de atividades econômicas, está autorizado o funcionamento de shoppings e galerias comerciais, como o Mercadão de Madureira

As áreas em Bangu, Campo Grande e Pavuna permanecerão isoladas por grades, com acesso restrito a moradores, funcionários e clientes de mercados, farmácias e agências bancárias.

Controladas por guardas municipais, além da Polícia Militar, as barreiras são vigiadas 24 horas por dia.

A liberação das vias começou por Madureira, na Avenida Edgard Romero (trecho da descida do viaduto Negrão de Lima até a altura da Escola Municipal Carmela Dutra); e Santa Cruz, na Rua Felipe Cardoso (entorno do Terminal do BRT).

A partir de amanhã, 19 de junho, os oito pontos de bloqueios restantes estarão desativados, a saber:

Cascadura: área da Praça Nossa Senhora do Amparo;

Méier: Rua Dias da Cruz, trecho da área de lazer;

Tijuca: Praça Saens Peña;

Orla de Guaratiba;

Realengo: Avenida Santa Cruz (altura do Supermercado Guanabara);

Taquara: Nelson Cardoso, entre a Rua Baiquiris e Estrada do Tindiba;

Freguesia: centro comercial da Freguesia;

Grajaú: Largo do Verdun.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Deixe uma resposta