Dois homens são detidos por furto de cabos em estação do BRT no Rio de Janeiro

Ocorrência foi na Rede Sarah, do corredor Transcarioca. Foto: Divulgação.

Corredor Transcarioca é o mais afetado pelos crimes

JESSICA MARQUES

O Consórcio BRT informou, em nota, que dois homens foram detidos na manhã desta terça-feira, 16 de junho de 2020, por furto de cabos eletrônicos na estação Rede Sarah, do corredor Transcarioca.

Após serem acionados, policiais militares do Programa Estadual de Integração de Segurança (Proeis), que mantém um convênio de parceria com o BRT Rio, se dirigiram ao local e encaminharam os homens para a 32ª DP (Taquara).

De acordo com o consórcio, a Rede Sarah é uma das estações fechadas em consequência de ações de vandalismo e/ou furtos de equipamentos. No mês de maio e até a manhã desta terça-feira foram registradas 97 ocorrências, sendo 45 delas no corredor Transcarioca, o mais afetado.

“Furtos de cabos elétricos, perfis de alumínio, bebedouros e fitas de LED, além de depredação de catracas, bilheterias e vidros, têm se tornado recorrente no sistema. É importante destacar que a segurança em terminais e estações é atribuição do poder público, conforme estabelece a legislação”, informou o BRT Rio, em nota.

“As ações de controladores de estação do BRT Rio são de caráter de orientação aos passageiros para as operações do sistema. Ou seja, eles não têm poder de polícia, da mesma forma que os motoristas não têm. Coibir transgressões,delitos e crimes de qualquer natureza é atribuição das forças policiais, sejam do Município ou do Estado do Rio de Janeiro”, detalhou também

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta