Mogi das Cruzes aumenta em 50% a frota de ônibus em circulação nesta sexta-feira (12) para reabertura

Prefeitura diz também que ônibus e terminais estão sendo desinfectados

Zona Azul começa a ser cobrada novamente na segunda-feira (15)

ADAMO BAZANI/WILLIAN MOREIRA

A prefeitura de Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, informou que vai ampliar a frota de ônibus em circulação a partir desta sexta-feira, 12 de junho de 2020.

A medida é para preparar a cidade para a retomada gradual com restrições de algumas atividades econômicas a partir de segunda-feira, 15.

Inserida na região metropolitana, Mogi das Cruzes passa na segunda-feira para a fase laranja da quarentena, elaborada pelo Governo do Estado de São Paulo.

Apesar de os atendimentos ao público começarem na segunda-feira, muitos trabalhadores já vão aos locais de comércio preparar os estabelecimentos, muitos dos quais fechados há muito tempo.

Na fase laranja de Doria, shoppings centers (com proibição de abertura das praças de alimentação), comércio de rua e serviços em geral podem funcionar com capacidade limitada a 20%, horário reduzido para quatro horas seguidas e adoção dos protocolos padrão e setoriais específicos. Fica proibida a abertura de bares e restaurantes para consumo local, salões de beleza e barbearias, academias de esportes em todas as modalidades e outras atividades que gerem aglomeração.

De acordo com a prefeitura, 166 ônibus estarão em operação nas linhas de Mogi das Cruzes, o que representa um aumento de 50,9% frente à frota que vinha sendo utilizada neste momento de pandemia.

Os horários podem ser consultados pelo aplicativo de celular Mogi no Ponto ou no sitte da Secretaria de Transportes: http://smtonline.pmmc.com.br/

“A Secretaria de Transportes já vem fazendo o acompanhamento da circulação de passageiros e promovendo adequações nas linhas com maior movimentação. Com o retorno das atividades do comércio, teremos mais ônibus atendendo a população e o acompanhamento continuará sendo feito para que novas intervenções possam ser feitas, se necessário”, explicou, em nota, o secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida.

A prefeitura disse que foram intensificadas as ações de higienizações nos ônibus e terminais.

ZONA AZUL:

A Zona Azul volta a funcionar na segunda-feira, 15 de junho, com cuidados especiais.

A empresa responsável adotará medidas para evitar a propagação do coronavírus nos motoristas e seus colaboradores, como o uso de máscaras de proteção facial e álcool em gel pelos funcionários. Os parquímetros devem receber pelo menos quatro processos de higienização ao longo do dia.

A cidade de Mogi conta com 1.092 vagas que ficam localizadas na região central e bairros próximos.

Os valores para estacionamento são R$ 0,75 (30 minutos); R$ 1,50 (60 minutos); R$ 2,25 (90 minutos); R$ 3,00 (120 minutos).

Na nota, a prefeitura explica como pode ser feito o pagamento da Zona Azul.

O pagamento pode ser feito nos 47 parquímetros instalados na cidade, que contam com o sistema que aceita moedas, cartões de débito e crédito. Nele, o usuário digita a placa do veículo e o setor em que está estacionando. Com este procedimento, não é preciso que o recibo de pagamento fique no interior do veículo, uma vez que a conferência da regularidade do estacionamento é feita eletronicamente. O pagamento também pode ser feito com as orientadoras do sistema de Zona Azul, com dinheiro e cartões de débito e crédito.

Outra opção que facilita aquisição de créditos e a regularização é a utilização do aplicativo Vaga Inteligente, em que a regularização pode ser feita via internet, com a utilização de créditos. O aplicativo está disponível nas plataformas iOS e Android e pode ser baixado gratuitamente. Ainda há a opção de pagamento com o cartão pré-pago, que pode ser feito junto aos parquímetros.

Adamo Bazani e Willian Moreira, jornalistas especializados em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Informe Publicitário
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Deixe uma resposta