Estação Novo Leblon do BRT Rio é reaberta no corredor Transoeste

Equipamento passou por reformas na estrutura, e servirá de modelo para reparos em novas estações do sistema

ALEXANDRE PELEGI

Desde esta quarta-feira, 10 de junho de 2020, a estação Novo Leblon, no corredor Transoeste, voltou a operar após 20 dias em obras.

Primeira estação do sistema BRT do Rio de Janeiro, concluída em 2011, a reforma do equipamento servirá de modelo para as próximas que serão reformadas.

Além de toda a estrutura, com o fechamento do acesso ao forro e à cobertura, a reforma incluiu ainda a pintura, além de nova rede elétrica e sinalização.

Com o novo formato, não será mais possível a ambulantes e moradores de rua guardarem objetos na parte superior da estação. Além disso, o cabeamento elétrico ficará protegido com condutores de metal.

A iluminação será reforçada com mais refletores, complementando um conjunto de medidas que evitará a alta incidência de furtos e dará maior segurança aos passageiros na estação.

Segundo o presidente-executivo do BRT Rio, Luiz Martins, a estação Novo Leblon é um símbolo do sistema. Por ter sido a primeira a ser construída, o BRT Rio a quer como um marco na nova história do sistema.

Ainda segundo Martins, o BRT Rio “está em um período de transformações, a partir da centralização total da operação. As mudanças implementadas na Novo Leblon serão replicadas para outras estações, trazendo mais segurança e conforto para os usuários”, afirmou.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. JOSE LUIZ VILLAR COEDO disse:

    Vandalismo deveria ser enquadrado mesmo é como TERRORISMO! E tmb deveria sofrer penas bem mais duras! Ainda mais com o ja detonado Transporte Público!

Deixe uma resposta para JOSE LUIZ VILLAR COEDO Cancelar resposta