Guarulhos elabora plano de transporte coletivo para retomada gradual de atividades

Ônibus municipal em Guarulhos. Prefeitura diz que demanda atual varia entre 35 e 40% do habitual registrado antes da pandemia da Covid-19

Objetivo é atender ampliação da demanda de passageiros sem ocasionar superlotação

ADAMO BAZANI

A prefeitura de Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, elabora um plano de transporte coletivo para a retomada gradual das atividades econômicas programada para ocorrer a partir do dia 15 de junho de forma escalonada.

Em resposta ao Diário do Transporte, por meio de nota, a administração municipal informou que os horários de entrada e saída diferentes para o comércio e para os serviços

“Desde o início da pandemia da Covid-19, a Prefeitura de Guarulhos, por intermédio da Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana (STMU), está ajustando, diariamente, o número da frota de acordo com a demanda. Com a flexibilização, a partir do dia 15, já está sendo elaborado um plano para fazer frente ao aumento do número de passageiros. Vale ressaltar que a flexibilização prevê horários diferentes para as atividades comerciais exatamente para evitar aglomerações no transporte público.”  – diz a nota.

Além dos horários escalonados, deve haver ampliação da frota de ônibus em circulação.

A reportagem tem recebido mensagens de leitores reclamando de lotação em algumas linhas em horários de pico.

Segundo a prefeitura, ainda na resposta ao Diário do Transporte, a “demanda atual de usuários varia entre 35 e 40%” do habitual registrado antes da pandemia da Covid-19.

Como mostrou a reportagem, a prefeitura publicou no dia 03 de junho de 2020, as regras e datas para o relaxamento da quarentena.

As medidas vão ser aplicadas a partir de 15 de junho e em etapas. Os horários alternados de entrada e saída de comércios e serviços são para não superlotar ônibus, de acordo com a prefeitura.

A publicação ocorreu no mesmo dia em que governador de São Paulo, João Doria, e uma equipe de secretários estaduais anunciaram em entrevista coletiva, que não houve mudança na classificação das cidades quanto à quarentena em razão da Covid-19.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/06/03/doria-nao-muda-classificacao-de-cidades-nas-fases-da-quarentena-alteracoes-podem-ocorrer-na-4a-feira-10/

Os estabelecimentos e tipos de serviços contemplados no decreto também diferem das fases do “Plano São Paulo”, do Governo do Estado.

Pelo decreto do prefeito Gustavo Henric Costa (Gustavo Guti), as datas, horários, regras e atividades são as seguintes

-15 de junho de 2020:

I – lavanderias, com funcionamento restrito ao período das 09 horas às 15 horas;

II – escritórios de advocacia, contabilidade, imobiliárias, corretoras de seguro e de mercado de capitais, com funcionamento restrito ao período das 09 horas às 15 horas;

III – perfumarias, com funcionamento restrito ao período das 10 horas às 16 horas;

IV – cartórios de registro civil, de notas, de protestos, títulos e documentos e de registro de imóveis, com funcionamento restrito ao período das 09 horas às 15 horas;

V – atividades de representação judicial, extrajudicial, assessoria e consultoria, com funcionamento restrito ao período das 09 horas às 15 horas;

VI – comércio de embalagens, com funcionamento restrito ao período das 10 horas às 22 horas, exceto os serviços de embalagem de bagagens no aeroporto que poderá atender 24 horas por dia;

VII – auto-escolas e despachantes com funcionamento restrito ao período das 09 horas às 15 horas;

VIII – locadoras de veículos, com funcionamento restrito ao período das 10 horas às 22 horas, exceto os serviços prestados no aeroporto que poderão atender 24 horas por dia;

IX – papelarias, com funcionamento restrito ao período das 10 horas às 16 horas;

X – cabeleireiros, barbearias, manicures e similares, desde que com hora marcada, limitando-se o atendimento a uma pessoa por profissional, restringindo aglomeração de pessoas, com funcionamento restrito ao período das 9 horas às 15 horas;

XI – floriculturas, com funcionamento restrito ao período das 10 horas às 16 horas, exceto à retirada por delivery e takeaway;

XII – concessionárias e lojas de comércio de veículos, com funcionamento restrito ao período das 10 horas às 16 horas;

XIII – lava-rápido, com funcionamento restrito ao período das 09 horas às 15 horas;

XIV – igrejas, templos religiosos e atividades religiosas de qualquer natureza, respeitando-se as regras restritivas de aglomeração de pessoas, que seguirão, desde então, para regular funcionamento, as seguintes normas e cronogramas a seguir estabelecidos: a) limitar a utilização do espaço disponível a no máximo 25% de sua capacidade permitida; b) intensificar as ações de limpeza, higienizando todas as cadeiras antes e após os cultos; c) distanciamento e espaçamento entre uma pessoa a outra a cada 2 (dois) metros quadrados; d) disponibilizar uma entrada e uma saída evitando a aglomeração de pessoas; e) utilização do uso de máscaras; e f) disponibilização de álcool em gel a todos

– 22 de junho de 2020:

I – lojas de utensílios, utilidades domésticas, cama, mesa e banho, com funcionamento restrito ao período das 10 horas às 16 horas;

II – lojas de móveis e de colchões, com funcionamento restrito ao período das 10 horas às 16 horas;

III – lojas de artigos de armarinho, com funcionamento restrito ao período das 10 horas às 16 horas.

IV – trailers e veículos motorizados licenciados em locais pré-estabelecidos, com atendimento apenas por delivery, drive-thru e takeaway, vedado o funcionamento por atendimento presencial, com funcionamento restrito ao período das 10 horas às 16 horas;

V – lojas de artigos esportivos com funcionamento restrito ao período das 10 horas às 16 horas;

VI – relojoarias, joalherias e oficinas de conserto de relógios e de joias, com funcionamento restrito ao período das 10 horas às 16 horas;

VII – lojas de eletro e eletrônicos, com funcionamento restrito ao período das 10 horas às 16 horas;

VIII – lojas de calçados e de vestuários, sem a utilização de provadores, com funcionamento restrito ao período das 10 horas às 16 horas;

IX – comércio ambulante, com funcionamento restrito ao período das 10 horas às 16 horas;

X – comércio de doces, sorvetes e bomboniere, com funcionamento restrito ao período das 10 horas às 16 horas; e

XI – Shopping Centers, com o funcionamento restrito ao período das 14 horas às 20 horas, observadas as normas e cronogramas, a seguir estabelecidos: a) limitar a utilização do estacionamento a somente 25% de sua total capacidade; b) permitir o funcionamento das lojas e restaurantes ao redor das praças de alimentação, apenas para os serviços de entrega ou retirada de mercadorias (delivery, drive-thru e takeaway), ficando expressamente proibido o consumo no local ou nas praças de alimentação; c) disponibilizar serviço especializado de controle e aferição de temperatura corporal, para todos os clientes, antes de ingressarem nas dependências dos shopping centers; d) limitar a permanência de clientes em atendimento ou em circulação a no máximo 25% da capacidade total permitida para cada estabelecimento, evitando aglomeração de pessoas; e) os clientes dos estabelecimentos deverão ser atendidos de forma exclusiva, ou seja, os funcionários não poderão atender mais que um cliente de maneira simultânea; f) deverá ser respeitada e garantida a distância mínima de 2 (dois) metros quadrados da área de venda para cada pessoa em seu interior; e g) proibir o funcionamento das salas de cinema, parques de diversão, pistas de boliche e demais atividades que ainda não foram liberadas por decreto do Executivo.

– 06 de julho de 2020:

I – o atendimento presencial poderá ser efetuado com funcionamento restrito ao período das 11 horas às 21 horas;

II – limitar a permanência de clientes em atendimento ou em circulação a no máximo 25% da capacidade total permitida para cada estabelecimento, evitando aglomeração de pessoas;

III – vedadas as apresentações artísticas e/ou musicais

– 20 de julho de 2020:

I – academias de ginástica, musculação e artes marciais, adotados rígidos critérios de higienização das instalações e aparelhos, exceto as áreas de piscinas que deverão permanecer fechadas; e

II – cinemas e teatros, limitados a utilização do espaço disponível a no máximo 25% de sua capacidade total

– 1º de agosto de 2020:

I – estabelecimentos para realização festas e eventos; e

II – bares, casas noturnas, casas de show, boates e baladas.

Veja na íntegra:

 

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Melanias Messias disse:

    Estão andando superlotados em especial as linhas da macro região dos Pimentas / Bonsucesso

  2. Paulo Luiz disse:

    Estão mudando os pontos de atendimento da salgado filho, mais como sempre, tem muita coisa errada, quem vai para o jardim tranquilidade vão ter que escolher, onde esperar o ônibus, sou motorista e me disseram que o shopping 720 vai continuar no segundo ponto e o Shopping 275 mudou para o primeiro, só que o 720 aparece como terminal pimenta e o 275 não aparece em nenhum lugar, fica cada vez mais difícil tanto para nós motoristas, como também para os passageiros.
    Para piorar a partir de segunda 22/06 as gratuidades, vão ter horários para poder passar pela catraca, mais não nos disseram, como teremos que proceder com essas pessoas.
    Se não é para melhora então deixa como está.

Deixe uma resposta