Campinas (SP) começa a medir temperatura dos passageiros em terminais de ônibus

Medida teve início nesta segunda-feira, quando frota em operação foi ampliada em horários de pico

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Campinas, no interior de São Paulo, começou a medir a temperatura dos passageiros em terminais de ônibus. A medida teve início nesta segunda-feira, 08 de junho de 2020, quando a frota em operação também foi ampliada em horários de pico.

De acordo com informações da Prefeitura, as alterações foram preparadas pela Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas). O objetivo é adequar a operação de ônibus à demanda de passageiros por conta da abertura do comércio e dos shopping centers.

Assim, quem registra temperatura maior do que 36,5ºC não está sendo autorizado a embarcar no ônibus. A medição, segundo a Prefeitura, está sendo feita de forma aleatória nos terminais de ônibus.

Outra medida é que a frota circulante de ônibus foi ampliada de 25% a 30%. Os horários de pico foram estendidos para o meio do dia, tarde e noite, por conta da mudança na rotina dos passageiros por conta da reabertura.

Além disso, o uso de máscara segue obrigatório tanto no transporte coletivo quanto em locais públicos. O objetivo das medidas é proteger a população contra o novo coronavírus.

“O monitoramento da operação do sistema de transporte público coletivo do município é realizado de maneira constante, permanente e em tempo real, pelo Núcleo de Monitoramento dos Transportes (Numt), que fica na Emdec. Desta forma, os ajustes pontuais e necessários, na operação de cada uma das mais de 200 linhas de ônibus, ocorrem de forma diária e rápida, após as análises técnicas”, informou a Prefeitura, em nota.

“A frota é dimensionada para cada período do dia, em função da demanda de passageiros. A circulação de passageiros, ao longo do dia, sofre variações; por conta desta situação, a operação do transporte público também é muito dinâmica, com as tomadas de decisões realizadas de forma constante”, detalhou também a administração municipal.

OUTRAS AÇÕES

Em nota, a Emdec também destacou outras ações realizadas no transporte coletivo para combater a proliferação do novo coronavírus. Confira:

“A Emdec irá realizar todas as ações necessárias para manter o atendimento de forma adequado. A Emdec também reforça que o uso da máscara de proteção é obrigatório para motoristas e usuários do transporte público, em todo o trajeto. Ao entrar dentro do ônibus, o passageiro já deve estar com a máscara. Caso contrário será advertido pelo motorista, que, em situações extremas, pode não prosseguir a viagem e solicitar o apoio da Guarda Municipal (GM).

No último dia 29 de maio, começou a distribuição de álcool em gel para usuários das principais linhas de ônibus de cada área do município (Área 1 – Azul Claro; Área 2 – Vermelho; Área 3 – Verde; Área 4 – Azul Escuro). Neste primeiro momento, serão novel mil frascos de álcool em gel, contendo 60 ml, distribuídos gratuitamente.

No dia 28 de maio, foram instalados 12 totens de álcool em gel em nove terminais urbanos (Central, Mercado I e II, Barão Geraldo, Padre Anchieta, Campo Grande, Ouro Verde, Itajaí e Vila União). Todo o trabalho é coordenado pela Emdec, com o apoio da Sanasa.

Desde o início da contenção da pandemia, a Emdec vem tomando várias medidas para livrar o transporte público coletivo de contaminação. Além de determinar mais cuidado com a limpeza e higienização dos ônibus, indicou que todos os veículos circulem com as janelas abertas, mesmo os que possuem ar-condicionado. As ações também incluem a higienização constante dos terminais. Máscaras de tecido foram distribuídas nos terminais urbanos e dentro dos ônibus.”

REGRAS PARA PASSAGEIROS

Além disso foram publicadas pela Emdec recomendações e regras para o uso de ônibus e terminais:

– Não cumprimentar com as mãos, abraços e beijos;

– Manter as mãos higienizadas, usando água e sabão, ou álcool gel;

– Não levar as mãos aos olhos, nariz e boca;

– Cobrir o nariz e a boca ao espirrar e tossir;

– Garantir que os ambientes estejam bem ventilados;

– Não compartilhar objetos pessoais;

– Evitar aglomerações;

– Uso obrigatório de máscara de proteção.

– Os usuários do transporte público coletivo de Campinas devem utilizar o aplicativo “Busão na Hora”, que informa, em tempo real, o horário de chegada do ônibus no ponto de embarque; além do itinerário e outras funcionalidades. Com o aplicativo, o usuário pode planejar, de forma antecipada, os deslocamentos e realizar uma melhor programação da viagem.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Deixe uma resposta