ASSISTA: Prefeito de São Bernardo do Campo mantém concessionárias e escritórios abertos apesar de decisão judicial

Comércio da cidade segue fechado e transporte coletivo terá aumento da frota. Foto: Adamo Bazani.

Prefeitura entrou com recurso que permite funcionamento dos estabelecimentos, na visão da Procuradoria Geral do Município

JESSICA MARQUES

Mesmo com uma decisão da Justiça suspendendo a reabertura de concessionárias, escritórios e revendedoras de veículos em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, as atividades estão funcionando normalmente. A informação foi divulgada pelo prefeito Orlando Morando na noite desta segunda-feira, 08 de junho de 2020.

De acordo com o prefeito, nesta terça-feira, 09, as pessoas que trabalham em escritório podem ir para o local. Da mesma forma, as concessionárias e revendedoras de automóveis podem fazer o atendimento ao público, seguindo as regras de horário e higienização detalhadas anteriormente, por conta da pandemia de Covid-19.

Relembre: São Bernardo do Campo amplia frota de ônibus e divulga regras para abertura de escritórios e concessionárias

“Entramos com o chamado ‘embargo de declaração’ e estamos aguardando a decisão da Justiça, o que permite que essas atividades continuem funcionando conforme foi anunciado em nosso decreto”, explicou o prefeito. “Nossa procuradoria entende que a gente pode manter nosso decreto em funcionamento.” 

“Tudo isso só tem um objetivo. É óbvio que se a gente não iniciasse as atividades no sábado, aquele morador de São Bernardo do Campo que quisesse comprar um carro teria que ir para São Paulo e isso não contribuiria com o isolamento”, disse também.

As declarações foram dadas por meio das redes sociais do prefeito. Além disso, Morando afirmou que a cidade poderá reabrir os demais comércios com aval do estado nos próximos dias.

“Na próxima quarta terá uma nova análise dos números do ABC e, se formos elevados para a fase laranja, a gente pode inclusive flexibilizar outros serviços. O que nós queremos é a coerência”, afirmou, argumentando que a região deve ser avaliada da mesma forma que na capital paulista.

Entretanto, o comércio da cidade segue fechado até o momento. Os únicos estabelecimentos autorizados a funcionar são as concessionárias, as revendedoras de veículos e os escritórios. Além disso, estão funcionando também os essenciais, como mercados, farmácias, padarias e unidades de atendimento médico.

Confira o vídeo, na íntegra:

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. roberto andrade da silva disse:

    estes governadores joão doria não serve nem para vereador viu olha

Deixe uma resposta