Ruas no centro comercial de Araraquara (SP) voltam a cobrar área azul

Ruas centrais de Araraquara. Foto: A Cidade ON

Medida vale para duas ruas principais que estavam com veículos estacionando de forma gratuita, causando dificuldades para quem compra no comércio pelo sistema Drive Thru

WILLIAN MOREIRA

A Controladoria de Transportes de Araraquara, cidade do interior de São Paulo, comunicou que na segunda-feira, 08 de junho de 2020, a área azul para estacionamento voltará a ser cobrada na Rua Nove de Julho (Rua 2) e na Rua São Bento (Rua 3), isentando da cobrança apenas veículos que vão retirar compras no sistema drive-thru do comércio local.

Segundo a CTA, comerciantes e clientes estavam aproveitando a gratuidade para estacionar no local e deixando os veículos nas faixas por bastante tempo, causando dificuldades para outras pessoas.

A medida da cobrança busca dar maior rotatividade às vagas e ajudar o setor do comércio nas duas ruas, que atende pelo sistema de entrega com os veículos pegando a mercadoria na porta, neste começo de retomada das atividades econômicas.

A cobrança será da Área Azul na Rua 3, nos trechos compreendidos entre as avenidas Barroso e Brasil, e na Rua 2, entre as avenidas Sete de Setembro e Barroso, incluindo o Boulevard, entre Portugal e Bonifácio, com isenção somente para clientes que estiverem pagando e retirando as mercadorias, um processo rápido.

A gratuidade valerá somente no período em que o consumidor solicitar o produto na loja enquanto aguarda no carro. Quem estacionar para fazer compras presenciais volta a pagar Área Azul, como sempre foi feito”, disse Nilson Carneiro, Coordenador Municipal de Mobilidade Urbana.

O transporte público de ônibus atualmente tem alterações nesta região, circulando na Rua Padre Duarte, da Avenida São Paulo até a Avenida José Bonifácio, das 9h30 às 16h e circulando normalmente nas Ruas 2 e 3, entre às 5h e 9h30, e 16h e 23h30.

A medida foi realizada em comum acordo entre os comerciantes locais e Prefeitura para incentivar as vendas.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta