SPTrans vai colocar 784 ônibus a mais na segunda-feira (8 de junho) para passageiros não viajarem em pé

Recomendação é de uso de ônibus sem ar-condicionado

Secretário de mobilidade e transportes da cidade, Edson Caram, que disse que transporte só de pessoas sentadas é recomendação, mas não será obrigação

ADAMO BAZANI

A SPTrans deve colocar em circulação a partir da próxima segunda-feira, 08 de junho de 2020, mais 784 ônibus para concretizar o esquema de soltura de coletivos vazios dos terminais para irem pegando os usuários no meio das linhas e evitar que os passageiros sejam transportados em pé no sistema da capital paulista.

Além disso, ônibus vão sair dos terminais apenas com “lotação de banco”.

A informação é do secretaria de Mobilidade e Transportes da cidade de São Paulo.

Assim, a frota sobe dos atuais 8.394 veículos ( 65,5% da frota de ônibus municipais da capital paulista de um dia útil de antes da pandemia) para  9.178 veículos ou 71,62% da frota operacional nos dias úteis pré-quarentena, sem oscilação fora dos horários de pico

Segundo a prefeitura, estarão disponíveis dois mil ônibus (incluindo os 784) para serem usados caso haja aumento expressivo de demanda de passageiros devido a esta etapa inicial do relaxamento da quarentena, na fase 2-Laranja, na capital paulista.

Assim, se os 784 ônibus não forem suficientes, 1216 poderão ser sacados a qualquer momento e, se for necessário, a secretara promete acionar mais ônibus.

A frota que as as viações possuem para as linhas municipais é de 14.034 ônibus.

Como o secretário de Mobilidade e Transportes da cidade de São Paulo, Edson Caram já havia falado em entrevista ao Diário do Transporte nesta sexta-feira (05), o principal fator para os ônibus conseguirem transportar apenas pessoas sentadas é o escalonamento de entrada e de saída dos funcionários dos estabelecimentos autorizados a funcionar na fase da quarentena.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/06/05/prefeitura-de-sao-paulo-vai-determinar-que-onibus-urbanos-so-transportem-pessoas-sentadas-diz-caram/

O secretário ressaltou que o transporte de pessoas apenas sentadas é uma recomendação às empresas de ônibus e não uma determinação.

O Diário do Transporte mostrou também no início da manhã deste sábado que a SPTrans oficializou os protocolos de operação do sistema frente à pandemia da Covid-19.

Entre os pontos estão ônibus vazios em locais estratégicos com maior demanda, uso preferencial de veículos sem ar-condicionado para as empresas. Para os passageiros, além do uso obrigatório de máscara, há orientações como evitar conversar dentro do ônibus, aguardar o veículo menos lotado, realizar trajetos curtos ou médios de bicicleta ou a pé

https://diariodotransporte.com.br/2020/06/06/sptrans-formaliza-protocolos-de-transportes-na-cidade-de-sp-em-pandemia-e-relaxamento-da-quarentena/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Marcos Borges disse:

    “‘É UMA RECOMENDAÇÃO,NÃO UMA OBRIGAÇÃO “kkkkk mais uma idéia mirabolante desse prefeito e do seu secretário dos transportes. Mas pelo.que eu ouvi e li seria obrigatório. Bom,devo ter me enganado…Por ser uma RECOMENDAÇÃO pra essa ideia fracassar igual outras que foram inventadas é “logo ali”.”Mais um fracasso?É logo ali “.Ah e antes que venha alguém me perguntar se eu tenho outra ideia melhor,eu já respondo:NÃO SOU POLÍTICO E NEM TRABALHO DIRETAMENTE COM POLITICO…E mesmo se eu tivesse,eles não iam ouvir mesmo…

  2. Manuel Rodrigues disse:

    Fala isso pra viação gat pret que ás vezes demora mais de 40 minutos para passar e algumas vezes de várias vem dois ônibus na linha 856R-10, um passa lotado e outro vazio que vem na cola e quando chega no ponto lotado o da frente lotado para e o de trás vazio fica mais longe ainda e só vai ultrapassar o outro nos pontos vazios.

  3. Manuel Rodrigues disse:

    Parabéns para a operadora da linha 199D que a cada dois ônibus da linha passa um da 856R

  4. RodrigoZika disse:

    Mente que eu gosto SPTrans, primeiro que isso só ira obedecer saindo dos terminas centrais, onde podem fiscalizar, nos pontos no trajeto será impossível evitar alguém ir em pé, cair na pegadinha que virá outro em seguida se o da frente passar direto, no pico isso e quase impossível, e linhas de lotações em bairros esqueça seguir isso, não tem como controlar.

  5. luiz sergio zacharias disse:

    Duvido muito que de certo principalmente nas linhas operadas por eX cooper’s pois estas vivem lotadas e mais já aconteceu duas vezes que eu estava num ônibus de ex cooperativas de pessoas entrarem sem máscaras e o motorista não falar nada nos ônibus de empresas tradicionais isso não tem acontecido agora vcs duvidam que estes onibus vão seguir essa recomendação

  6. Rodrigo Xavier disse:

    Agora me diga como vai funcionar isto na cidade Tiradentes? Pq o ônibus está cheio é todo o dia

  7. Isilda Rodrigues Sampaio disse:

    No metrô Itaquera tem uma lotação metrô Itaquera- vila Chuca. Essa lotação é circular mas ela demora quase 40 minutos para sair, e só sai quando está lotadissima, as pessoas vão de pé super apertada. Será que isso tbem vai ser para as lotações? Então é bom a fiscalização da SP trans verificar.

  8. Kátia disse:

    De quanto em quanto tempo a linha 273G vai passar, quando passa no ponto já está cheio quero ver como vai funcionar

  9. Maria disse:

    Ônibus 178t santana demora mais de uma hora e meia pra passar outro,absurdo todos os dias essa mesma palhaçada,,já que vai ter que ir todos sentados,que melhore a situação a cada quinze minutos venha outro

  10. Eunice Nascimento disse:

    Aqui no grajau não funciona isso não fiquei meia hora esperando o Praça da Sé e quando veio já estava lotado tirarão um que eu pegava no final do Eliana aí fica difícil é eu preciso trabalhar vamos ver se resolve

Deixe uma resposta para Isilda Rodrigues Sampaio Cancelar resposta