Rondônia suspende transporte urbano e intermunicipal em Porto Velho e Candeias do Jamari

Coletiva de Imprensa que anunciou o decreto de Isolamento Restritivo em Porto Velho

Governador Marcos Rocha assinou novo decreto nesta sexta-feira (06) com uma série de medidas restritivas para as populações dos dois municípios

ALEXANDRE PELEGI

Um novo decreto assinado pelo Governador Marcos Rocha, de Rondônia, impõe uma série de medidas restritivas para as populações da capital Porto Velho e Candeias do Jamari. Candeias dista apenas 20 km da capital.

O objetivo é evitar a circulação de pessoas e o avanço da disseminação do coronavírus.

As medidas anunciadas nesta sexta-feira, 05 de junho de 2020, valem até o dia 14 de junho.

O estado tem atualmente 6.862 casos de Covid-19, com 213 mortes, a maioria em Porto Velho.

Com o agravamento da situação, os hospitais da capital Porto Velho já alcançaram a capacidade máxima, a falta de leitos diante da grande demanda de pessoas com sintomas da doença é iminente.

No novo decreto, o Governador determina a suspensão do funcionamento das rodoviárias de Porto Velho e Candeias do Jamari.

O documento proíbe ainda os serviços de transporte público coletivo municipal.

Estão proibidos ainda o transporte público ou particular, coletivo e individual, intermunicipal e táxi lotação com origem e destino para essas cidades.

Serão admitidas somente a entrada e saída da sede dos municípios de Porto Velho e Candeias do Jamari, através de rodovias e hidrovias, para ambulâncias, viaturas policiais e veículos oficiais.

Estão suspensas ainda todas as obras públicas e privadas, salvo as relativas às áreas da saúde, segurança pública, sistema penitenciário e saneamento.


decreto rondonia_page-0001decreto rondonia_page-0002


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta