Pesquisa DataSenado: 9 em cada 10 brasileiros têm medo de ser infectado pelo coronavírus no transporte público

Publicado em: 6 de junho de 2020

Transporte coletivo tem grande desafio de garantir confiança aos passageiros a partir de agora.

Escolas e academias também apresentam grande risco de contaminação

ALEXANDRE PELEGI

A quarta rodada da pesquisa nacional DataSenado sobre a epidemia do coronavírus no país abordou, dentre alguns temas, como o brasileiro se sente em relação a frequentar locais públicos ou muito movimentados no atual momento de pandemia da Covid-19.

A pesquisa, realizada entre os dias 27 e 29 de maio, ouviu por telefone 1,2 mil pessoas, em amostra representativa da população brasileira.

O nível de confiança da pesquisa é de 95%.

O transporte público puxa a fila de locais onde nove em cada dez brasileiros se sentem pouco ou nada seguros.

datasenado_01

Apenas 10% dos respondentes vêem pouco risco de contaminação no transporte público:

datasenado_02

A pesquisa também acusou que 9 em cada 10 brasileiros se sentem pouco ou nada seguros em frequentar feira, bares, restaurantes e shoppings. Ou seja, ir a lugares públicos ou de grande fluxo de pessoas no atual momento de pandemia.

datasenado_03

A pesquisa demonstra o grande desafio que o transporte coletivo terá a partir de agora para recuperar a confiança dos passageiros.

Além de medidas de segurança sanitária, caberá ao poder público e às operadoras de transporte definir protocolos e organizar medidas que atendam ao público, transmitindo confiança.

Clique no link para ler a pesquisa completa: Relatorio_PLP 39_Auxilio Estados e Municipios

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta