Mafra (SC) sinaliza retomada do transporte para 15 de junho, mas ainda segue sem contratar nova empresa

Mafra está sem transporte após Viação Santa Clara encerrar suas atividades. Foto: prefeitura de Mafra (SC)

Contratação está sendo buscada pelo Consórcio Intermunicipal Urbano, que une Mafra (SC) a Rio Negro (PR). Viação Santa Clara, que atendia as duas cidades, encerrou suas atividades

ALEXANDRE PELEGI  

A Prefeitura de Mafra, no interior de Santa Catarina, publicou nota no site oficial da Administração informando as medidas que está tomando diante do Decreto Estadual n° 630, de 1° de junho de 2020, o Governo do Estado.

Segundo a nota, para poder viabilizar o retorno do transporte coletivo, o Consórcio Intermunicipal de Mobilidade Urbana – CIMU, que engloba também o município de Rio Negro (PR), está avaliando o plano de vigilância com base na matriz de risco disponibilizada pelo Centro de Operações de Emergência em Saúde de Santa Catarina (COES).

A estimativa de retorno do transporte coletivo está sendo prevista para o dia 15 de junho de 2020. No entanto, a data está condicionada à definição do plano de vigilância e à atualização dos dados da matriz de risco a ser realizada na próxima semana.

Como mostrou o Diário do Transporte, nesta terça-feira, 02 junho, a Viação Santa Clara, situada em Mafra, encerrou as atividades após mais de 30 anos de funcionamento.

A empresa atuava ainda na vizinha cidade de Rio Negro, no interior do Paraná. Relembre: Viação Santa Clara encerra atividades no interior de Santa Catarina

As duas cidades, apesar de estarem em estados diferentes, estão localizadas em margens opostas do Rio Negro, mas unidas em pontos de travessia, formando um aglomerado urbano de cerca de 90.000 habitantes. Dados do IBGE de 2016 apontavam Mafra com 55.611 habitantes e Rio Negro com 33.628.

Desde então, as duas prefeituras, de estados diferentes, estão buscando solução para o transporte municipal.

A Prefeitura de Mafra informa na nota emitida nesta sexta-feira, que está tratando da contratação de nova empresa de transporte, “tendo em vista o abandono da empresa que prestava o serviço de transporte coletivo no município até a sua paralisação por conta da pandemia do coronavírus”.

Como noticiado pelo Diário do Transporte, o Consórcio Intermunicipal Urbano está entrando em contato com novas empresas que possam se interessar em assumir o transporte público coletivo de “Riomafra” – o atendimento às duas cidades.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta