Maricá (RJ) suspende temporariamente vistoria de permissionários

Vistoria é feita em táxis, moto táxis, transporte escolar e transporte complementar de passageiros. Foto: Divulgação.

Procedimento estava previsto para ser realizado em maio

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Maricá, no Rio de Janeiro, suspendeu a vistoria de táxis, moto táxis, transporte escolar e transporte complementar de passageiros para o ano de 2020 que aconteceria a partir de maio. A suspensão ocorre devido ao decreto de isolamento social por conta da Covid-19.

De acordo com o secretário de Trânsito e Engenharia, Douglas Carvalho Paiva, a medida segue o padrão do Detran que é o principal órgão de vistoria do Estado. Assim, quem está com o último licenciamento referente a 2019 em dia, está liberado para continuar exercendo o serviço.

“Nossos fiscais estão trabalhando com efetivo reduzido em rondas diárias, mas todos foram orientados a não reter os veículos por causa do momento delicado que estamos vivendo”, explicou.

Um novo calendário fixado pela distribuição das categorias será realizado no mês seguinte ao término da pandemia. “Se o isolamento social acabar em julho, a gente retorna com as vistorias em agosto e assim sucessivamente. Mas os permissionários não vão ser penalizados. De nenhuma categoria”, ressaltou Douglas.

LICENCIAMENTO ATRASADO

A Prefeitura orientou ainda que apenas os permissionários que estejam com licenciamento atrasado referente aos anos de 2018 ou anteriores é que devem entrar em contato com a secretaria através do telefone (21) 99307-2094 ou e-mail: secretariatransportemarica@gmail.com.

“Essas são situações atípicas, que às vezes acontecem porque o permissionário precisou interromper a atividade por algum motivo. Normalmente, não tem nenhum permissionário do tipo nas ruas. Mas se acontecer, a gente vai fazer um atendimento individualizado”, disse também o secretário.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Deixe uma resposta