Feira de Santana mantém comércio fechado e restrição à gratuidade para idosos no transporte

Publicado em: 1 de junho de 2020

Ônibus podem operar somente até as 20h durante o período de restrição

ALEXANDRE PELEGI

A prefeitura de Feira de Santana, na Bahia, prorrogou até o dia 8 de junho de 2020 o decreto municipal que vence nesta segunda-feira, 1, estabelecendo restrições para o funcionamento das atividades no município em razão da pandemia da Covid-19.

O Decreto N° 11.585, assinado pelo prefeito Colbert Martins Filho, foi publicado em edição extra do Diário Oficial Eletrônico neste domingo, 31 de maio.

Estabelecimentos comerciais, considerados não essenciais, permanecem fechados até o próximo dia 8.

Até o dia 15 de junho fica mantida a suspensão de todas as atividades de classe de todas as unidades escolares integrantes da Rede Municipal de Educação, bem como de todos os estabelecimentos da Rede Privada de Ensino (superior, médio, fundamental, básico, cursos preparatórios, assim como creches), licenciados pela Prefeitura Municipal de Feira de Santana.

Apenas empresas do comércio e serviços de caráter essencial tem permissão da administração municipal para funcionar.

Não há qualquer modificação no decreto que se encontra em vigor.

O texto do decreto informa ainda que “visando à preservação da vida e da saúde das pessoas incluídas no grupo de risco, fica mantida a restrição, temporária, até o dia 08/06/2020 (segunda-feira), da utilização do transporte coletivo urbano no Município de Feira de Santana aos idosos que possuem direito à gratuidade tarifária, bem como aos estudantes beneficiários do Passe Estudantil; sendo vedada a utilização de tais serviços durante o período compreendido entre as 06h às 08h e das 17h às 19h“.

Durante este período também “fica restrita, ademais, até às 20h, a circulação do transporte coletivo urbano no Município de Feira de Santana“.


feira_dec_01feira_dec_02feira_dec_03


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta