São Bernardo do Campo inicia operação do corredor de ônibus Anchieta-Imigrantes

Publicado em: 26 de maio de 2020

Ao todo, são três quilômetros de extensão. Foto: Divulgação/PMSBC.

Percurso começa na Avenida José Odorizzi, passa pelos Viadutos Mamãe Clory, Castelo Branco e pela Estrada Samuel Aizemberg

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, deu início à operação do corredor de ônibus Anchieta-Imigrantes nesta terça-feira, 26 de maio de 2020. O viário é exclusivo para o tráfego de coletivos municipais na cidade.

Ao todo, são três quilômetros de extensão. O percurso começa na Avenida José Odorizzi, passando ainda pelo Viaduto Mamãe Clory, Viaduto Castelo Branco e pela Estrada Samuel Aizemberg.

A expectativa da Prefeitura é de que, após o fim da pandemia do novo coronavírus, o corredor exclusivo beneficie 8.300 passageiros que, diariamente, circulam pelas regiões do bairro Cooperativa, Conjunto Habitacional Três Marias, Jardim Nazareth, Vila Antunes, Vila Comunitária, dentre outros.

Além disso, com a entrega viário, o tempo de viagem dos ônibus que circulam pela região será de 20 minutos até o centro de São Bernardo do Campo, segundo a Prefeitura.

“A entrega do Corredor Anchieta-Imigrantes integra pacote de melhorias no sistema viário da região que, nos últimos meses, foi contemplada com a implantação do Viaduto Castelo Branco, a duplicação da Avenida José Odorizzi e da Avenida dos Flamingos, o prolongamento da Avenida Oswaldo Fregonezi nos dois sentidos, além da duplicação da Estrada Samuel Aizemberg até a Avenida Juscelino Kubistchek. Juntas, as obras receberam investimento de mais de R$ 137 milhões”, informou a Prefeitura, em nota.

Confira abaixo a relação das linhas municipais que irão circular pela faixa exclusiva do Corredor Anchieta-Imigrantes:

07 – Cooperativa/ Paço via Assunção

07N – Circular Jardim Nazareth-Três Marias/ Rodoviária

OPERAÇÃO ASSISTIDA

A Prefeitura informou ainda que, nas próximas semanas, o Corredor Rotary terá Operação Assistida. Ou seja, o tráfego de ônibus no viário será exclusivo de segunda a sexta-feira, das 6h às 9h, e no fim da tarde, das 17h às 20h.

“Fora desses horários e aos sábados, domingos e feriados, a circulação de veículos comuns será permitida. A fiscalização contará com apoio de agentes do Departamento de Trânsito e da Secretaria de Transportes e Vias Públicas.”

Jessica Marques para o Diário do Transporte 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. André Costa disse:

    Muito bom porém , deveria ser estudada uma maneira dos ônibus usarem o corredor de troleibus . São Bernardo,não é mais uma cidadezinha . Eu moro há 11 anos aqui e, parece que a cidade encolheu . São muitos carros ! Poderia ser implantado ,essa mesma aplicação de corredor de ônibus , nos horário de rush. Todos os ônibus poderiam usar o mesmo corredor. Já levei 1:20 h ,do centro de São Bernardo a Paulicéia. Trajeto que leva no máximo 25 min.

  2. Luiz disse:

    Péssimo para o trabalhador,além da demora de no mínimo 30 minutos da linha 07n, nestes tempos de pandemia, a distância do ponto da Scania para o próximo sentido bairro é absurda,para funcionários e alunos do SESI e do SENAI, além dos demais trabalhadores.Tipica lavagem de dinheiro, não achei ninguém que se beneficie com isso…

  3. Paulo Henrique Rodrigues da Silva disse:

    Não adianta pegar as linhas já existentes e jogar nesse corredor. O ideal seria essas linhas continuarem seu itinerário, e colocarem linha expressa nesse corredor.

  4. Azuil Conceição de Aragão Júnior disse:

    Av Pery Ronchetti está abandonada sentindo Palermo, deixaram meia pista a mais de 3 mês .
    O trânsito por ali é um caos facilitando o assalto
    O prefeito Orlando Morando só faz piorar a cidade
    Lamentável,se possível venham ver o descaso é a continuação Av Dão Pedro de Alcântara… sentindo Vila São Pedro e Palermo…

  5. Ao André Costa (primeiro comentário), colocar os coletivos dentro do corredor da Metra, é comprometer a qualidade trabalhada ali,,,e a mobilidade perfeita, com riscos de haver conflitos, que depois as empresas de SBC não vão querer solucionar, Melhor não. Agora com relação à comentarista Azuil Conceição, eu estive lá na parte que junta a Pery Rochetti, com Pedro de Alcântara. Ainda não está terminadas as obras, onde estão fazendo uma abertura sentido bairro, ligando a Av. Luiz Copini com a avenidas Vianas (esta já recuperada até a divisa com Santo André-Rua Carijos-Av.São Bernardo do Campo), que não tinha para quem subia a Pery e quisesse seguir para Santo André..a ponte foi feita, e com operários na via, é fato que o trânsito por lá esteja vagaroso..Mas vai ficar viável quando pronto…

  6. Hugo Silva disse:

    Beleza fizeram tudo bonitinho só que esqueceram a iluminação que tá um caos. Deus me livre a noite assalto direto no escuro imagine

  7. Francis disse:

    Já passou da hora de pensar em novos acessos e saídas da via Anchieta, o acesso a Lions é uma piada, ninguém se entende ali, todo mundo acha que tem razão e sai fechando os outros.
    Já deu!

  8. Daiana disse:

    Achei excelente a obra porém deveria ter sido estudado as paradas de ônibus, da av. José Odorizzi até o Campo do Nazaré não tem nenhuma parada, no caso para quem mora entre elas, ficou dificil o acesso principalmente para uma mulher (apos as 18h) e idosos

  9. Aldo Rodrigues da Silva disse:

    Será que a duplicação da Estr Samuel Aezemberg vai ser até a Rodovia Dos Imigrantes?
    Pensa em um trecho precário pra se andar!

  10. Francisco Fiuza disse:

    Moro no bairro Independência, próximo ao Galileia, é ridículo ver o disperdicio de dinheiro que a prefeitura promove na Avenida Humberto de Alencar Castelo Branco, quando eu penso que já está tudo pronto as máquinas da Prefeitura fazem imensas crateras na avenida, com a desculpa de mexer na rede de esgoto ou para concretar piso próximo dos pontos de ônibus, isso desde 2017.
    Vejo que não se dá valor ao dinheiro público, uma vez que um trecho passa por várias intervenções, sempre que aparentemente está concluído.
    É necessário apuração dos fatos, pelo Ministério Público.

  11. Izaias C;Silva disse:

    Moro na Avenida Humberto de Alencar Castelo Branco mais de 20 anos, agora toda extensão esta proibido de estacionar por conta da operação assistida, não tenho garagem em frente de casa, quero saber se fora do horário da operação assistida é permitido deixar o carro com 2 rodas na calçada e não atrapalhar os pedestres e nem o transito nos horários determinados pela operação assistida. Gostaria dessa orientação.

Deixe uma resposta