Ônibus circulam em Salvador nesta segunda, 25, garante sindicato dos Rodoviários

Publicado em: 25 de maio de 2020

Entidade sindical suspende indicativo de greve após medidas tomadas pelas empresas de proteção de motoristas e cobradores ao covid-19

ALEXANDRE PELEGI

O Sindicato dos Rodoviários da Bahia comunicou neste domingo, 24 de maio de 2020, que os ônibus circularão normalmente em Salvador nesta segunda-feira, 25.

Como mostrou o Diário do Transporte, os rodoviários da Bahia haviam decretado estado de greve na terça-feira, 19 de maio. Relembre: Rodoviários da Bahia decidem paralisação do transporte na segunda, 25 de maio

A decisão ocorreu em assembleia virtual, e a proposta de paralisação geral, por tempo indeterminado, se estendia ao transporte do setor urbano, fretamento e turismo.

Segundo a entidade sindical, a indicação de greve geral foi suspensa, e a categoria vai reavaliar a posição.

Um dos motivos que levou à postergação da decisão do sindicato foi a promessa de melhores condições de trabalho durante a pandemia do covid-19.

Pesaram também na posição dos trabalhadores a redução da frota de ônibus devido à antecipação dos feriados e a implantação de proteções para motoristas e cobradores nos coletivos. Relembre:  Empresas de ônibus de Salvador colocam cortinas para motoristas e cobradores contra Covid-19

A implantação de barreiras físicas teve início na sexta-feira, 22 de maio. De acordo com a Prefeitura, serão mais de mil veículos com esses itens de proteção implantados de forma gradativa.

A proteção será composta por barreiras físicas, com cortinas de plástico resistente e transparente, nos postos de trabalho de motoristas e cobradores dentro dos ônibus.

A medida foi uma recomendação da Semob (Secretaria Municipal de Mobilidade). O objetivo é reduzir os riscos de contaminação pelo novo coronavírus.

Além dessas barreiras, os motoristas e cobradores já contam com máscaras e álcool em gel, também conforme informado pela Semob, por meio de nota.

Outra iniciativa destacada pela Prefeitura é aferição diária da temperatura dos trabalhadores, realizada pelas empresas. “Durante a aferição, caso algum rodoviário tenha a temperatura alterada, imediatamente é encaminhado para as unidades de saúde para que seja apurada a situação do trabalhador”, afirmou o titular da Semob (Secretaria Municipal de Mobilidade), Fábio Mota.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta