SuperVia instala totens de álcool em gel, mas equipamentos são vandalizados

Acionamento é feito por meio de um pedal. Foto: Divulgação.

Ao todo, foram mais de 100 casos de depredação e mais de 30 furtos ou tentativas

JESSICA MARQUES

A SuperVia, companhia operadora de transporte ferroviário do Rio de Janeiro, informou que está instalando nas estações totens de álcool em gel 70% para uso dos passageiros. Entretanto, até a última semana, foram registrados mais de 100 casos de depredação e mais de 30 furtos ou tentativas.

De acordo com a SuperVia, até 18 de maio haviam sido registrados 31 furtos ou tentativas e 107 depredações. Em 05 de maio, um homem chegou a ser detido e levado para a 33ª DP (Realengo), onde foi autuado por furto, após ter sido filmado retirando um dos dispensers da estação Deodoro.

Dias depois, em 15 de maio, agentes da SuperVia auxiliaram a polícia na prisão de outro homem na estação Manguinhos, no momento em que também furtava dispensers de álcool em gel. Na mochila do suspeito, havia mais itens furtados de outras estações. Ele foi conduzido à 21ª DP (Bonsucesso).

ACIONAMENTO POR PEDAL

Em nota, a SuperVia informou ainda que para acionar o equipamento basta pisar em um pedal que, por meio de uma alavanca, libera o produto em quantidade suficiente para a higienização. “Além de evitar o desperdício, o equipamento é acionado sem o toque das mãos, o que minimiza os riscos de proliferação do novo coronavírus.”

Até a última semana, haviam sido instalados 19 aparelhos desse tipo, em 15 estações distribuídas pelos cinco ramais da SuperVia. Quatro estão disponíveis na estação Central do Brasil, dois na estação Campo Grande e há mais um em cada uma das seguintes estações: Duque de Caxias, São Cristóvão, Maracanã, Olímpica de Engenho de Dentro, Madureira, Deodoro, Saracuruna, Gramacho, Bonsucesso, Belford Roxo, Magalhães Bastos, Ricardo de Albuquerque e Nova Iguaçu. Mais 95 totens serão instalados, totalizando 72 estações que contarão com a novidade.

“Além dos totens, todas as estações da SuperVia que continuam em funcionamento receberam dispensers de álcool gel 70% para uso dos clientes. No entanto, a concessionária tem registrado frequentes casos de furtos e vandalismos dos equipamentos”, informou a Supervia, em nota.

“A empresa está empenhada em repor os materiais no menor tempo possível, mas lamenta que esses casos prejudiquem mais essa importante medida de prevenção contra a Covid-19. Vale reforçar que, neste momento delicado, é comum que não haja disponibilidade em grande escala do produto no mercado. A concessionária lembra ainda que, por estar preocupada com a segurança de passageiros e funcionários, vem realizando diversas ações preventivas, internas e externas”, informou também.

OUTRAS MEDIDAS

Desde o dia 14 de março de 2020, equipes extras de limpeza realizam a desinfecção dos trens quando chegam à Central do Brasil, antes de suas partidas para novas viagens, ao longo de todo o dia.

“A limpeza é feita no interior das composições, como em balaústres, alças pega-mão, e bagageiros. As estações com maior movimentação de passageiros também estão recebendo higienização especial nas catracas e validadores. Paralelamente, a SuperVia está utilizando os seus canais de comunicação para divulgar informações de prevenção à Covid-19”, informou a SuperVia.

“Todos os funcionários com mais de sessenta anos foram afastados de suas funções. Os que continuam atuando em seus postos receberam álcool gel e máscaras, em quantidade suficiente para que possam trocá-las e higienizá-las de acordo com as orientações das autoridades de saúde. Além disso, a concessionária implantou uma triagem de saúde no Centro de Controle Operacional (CCO), de onde os trens e estações são monitorados e controlados 24 horas por dia”.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. rebU disse:

    O pessoal que criou e instalou esses dispenseres pensam que o Brasil é um país civilizado?
    É sério que o frasco fica assim exposto?
    Por que não aparafusaram uma tampa transparente ali deixando apenas o bico do frasco de fora?
    É uma solução simples que evitaria vários problemas.

Deixe uma resposta para rebU Cancelar resposta