Empresas de ônibus de Belo Horizonte disponibilizam álcool gel e máscara para passageiros

Publicado em: 24 de maio de 2020

Higienização também foi intensificada nos veículos, garagens e estações

JESSICA MARQUES

As empresas de ônibus que operam no Sistema de Transporte Coletivo de Belo Horizonte, em Minas Gerais, informaram que vão disponibilizar álcool gel e máscara para passageiros que não possuem os itens. A medida entra em vigor a partir desta segunda-feira, 25 de maio de 2020.

Além disso, as empresas informaram, em nota, que vão intensificar a higienização dos ônibus e das Estações de Integração do BHBus. O objetivo é combater a proliferação do novo coronavírus.

Segundo o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (SetraBH), Joel Paschoalin, as empresas já tomaram uma série de medidas durante essa pandemia para melhorar a higienização dos veículos e as novas diretrizes de limpeza visam ampliar essa segurança também para as estações.

“Temos feito uma higienização constante dentro das garagens e nas estações, entre as viagens e fora do horário de pico. Todos os nossos motoristas estão usando máscaras. Temos tido um cuidado especial. Agora vamos reforçar por iniciativa das empresas, a higienização das estações, as roletas das estações, com atenção especial nos pontos de superfície de maior contato dos passageiros”, afirmou.

“Vamos instalar um dispenser com álcool em gel dentro dos veículos e disponibilizar gratuitamente máscaras para os passageiros, pois muitos esquecem ou não possuem o item de segurança. Vamos fazer um trabalho educativo para que da próxima vez ele venha com a sua máscara”, disse também.

CARTÃO

Paschoalin também destaca que, mesmo tendo um alto custo para o sistema, continua a distribuição gratuita do cartão BHBus para que as pessoas não utilizem notas e moedas para pagar a tarifa.

“Esperamos que a população tenha a consciência de que, por mais que façamos todo esse processo para evitar a disseminação do vírus, a participação dela é fundamental. Seja na fila para entrar no ônibus, mantendo o distanciamento do próximo passageiro, na hora de aguardar o ônibus, e, quando observar que todos os lugares estão ocupados, aguardar o próximo veículo. Principalmente nas estações, onde a frequência dos ônibus é maior. São questões muito importantes e que dependem da contribuição de todos para que efetivamente funcionem”.

O Sistema de Transporte Coletivo de Belo Horizonte opera atualmente com menos 65% de número de passageiros e mantém 50% da frota em atividade.

Recomendações aos passageiros, divulgadas pelas empresas de ônibus:

• Utilizar sempre a máscara durante as viagens e nas Estações BHBus de embarque e desembarque.

• Evitar os horários de pico.

• Realizar viagens sempre assentado, quando não for possível, aguardar a chegada de novo veículo.

• Escolher rotas que envolvam apenas um meio de transporte, evitando trocas de linhas ou modais que aumentam o risco de exposição, sempre que for viável;

• Lavar sempre as mãos com sabão até a metade do antebraço, esfregando também as partes internas das unhas, antes e depois de usar o transporte público;

• Evitar contato físico, procurar manter uma distância de pelo menos um metro de outras pessoas.

• Limpar com álcool em gel 70° INPM objetos tocados frequentemente;

• Evitar tocar nas áreas do rosto (principalmente nariz, olhos e boca) antes de higienizar as mãos

• Quando tossir ou espirar, proteger a boca na parte interna do antebraço ou com um lenço descartável;

• Descartar sempre a máscara em uma lixeira, via pública não é local de descarte.

• Evitar sair de casa caso apresente sintomas de gripe ou similar.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta