Isolamento social foi de 49% na capital São Paulo nesta sexta-feira (22)

Publicado em: 23 de maio de 2020

Feriados reduziram demanda dos transportes coletivos

Dia foi ponto facultativo na capital paulista e feriado antecipado em cidades da região metropolitana

ADAMO BAZANI

Colaborou Willian Moreira

O isolamento social foi de 49 % na cidade de São Paulo nesta sexta-feira, 22 de maio de 2020, de acordo com o sistema de monitoramento por celulares em parceria entre o Governo do Estado e as operadoras de telefonia móvel. No Estado, o índice foi de 48%.

O dado foi divulgado neste sábado, 23 de maio de 2020.

Nesta sexta-feira, na capital paulista, foi ponto facultativo na cidade de São Paulo depois da antecipação de dois feriados na quarta e na quinta-feiras para ampliar o índice de isolamento e reduzir o ritmo do avanço dos casos e mortes pela Covid-19.

O mais recente dado sobre a Covid-19 no Estado de São Paulo até o fim da manhã deste sábado, 22, revela que houve 80.558 casos e 6.045 óbitos. Somente na capital paulista, são até o momento, 42.973 casos e 3.352 mortes. Em Guarulhos, a segunda cidade com maior número de casos no Estado, são 1.945 casos e 207 mortes. O avanço da doença é comprovado pela procura pelos serviços de saúde: 97,5% de leitos de UTI em Guarulhos estão ocupados.

Na quarta-feira (20), o isolamento na cidade de São Paulo medido pelo sistema de monitoramento de celulares, foi de 51%, Na quarta-feira (13) foi de 48%, semana que vigorava o rodízio ampliado de veículos (par e ímpar)

Já no segundo dia de feriado antecipado, quinta-feira (21), o isolamento foi de 52%. Na quinta-feira anterior (14), ainda com o rodízio ampliado, o isolamento foi de 49%.

Em várias cidades na Grande São Paulo, como os sete municípios do ABC, os feriados foram antecipados somente para sexta-feira.

Nesta segunda-feira, 25 de maio, será feriado estadual, com a antecipação do “9 de Julho” englobando todas as 645 cidades de São Paulo.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta