Crise leva empresa de ônibus de Vila Velha (ES) a planejar demissão de 100 rodoviários

Publicado em: 22 de maio de 2020

Ônibus da Viação Sanremo, que opera o transporte municipal de Vila Velha (ES). Foto: Jean Michel

Pandemia de Covid-19 provocou forte queda na arrecadação da Viação Sanremo, que alega dificuldades para manter atividades

ALEXANDRE PELEGI

Como tem acontecido em muitas cidades do país, a pandemia do novo coronavírus leva mais uma empresa de ônibus planejar a redução de colaboradores para manter o equilíbrio financeiro entre receitas e despesas.

A forte queda na arrecadação da Sanremo, concessionária do transporte em Vila Velha, no Espírito Santo, levou a viação a criar um plano de demissão voluntária.

Em comunicado expedido pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Espírito Santo (Setpes), é informado que a decisão foi tomada em comum acordo com o Sindicato dos Rodoviários.

Com a enorme queda de receita provocada pela abrupta redução da demanda pelo serviço de transporte público de passageiros por conta do decretado estado de emergência em saúde pública, a empresa Sanremo, em comum acordo com o Sindicato dos Rodoviários, abriu processo de desligamento voluntário para seus funcionários visando perseguir a manutenção de suas atividades essenciais”.

O Sindirodoviários, que representa a categoria, informou que ficou de analisar a situação. O corte representaria quase 30% do total de funcionários da Viação Sanremo, hoje num total de 350 colaboradores.

O município de Vila Velha, localizado no litoral do Espírito Santo, pertence à Região Metropolitana de Vitória, e tem uma população estimada pelo IBGE em 486 mil habitantes (2018).

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta