Prefeitura do Rio de Janeiro prorroga suspensão de passe livre estudantil

Publicado em: 19 de maio de 2020

Medida integra ações para reduzir a circulação de pessoas e a lotação dos transportes públicos. Foto: Paulo Sérgio/Prefeitura do Rio de Janeiro.

Medida integra ações para reduzir circulação de pessoas e lotação dos transportes públicos

JESSICA MARQUES

A Prefeitura do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria Municipal de Transportes, prorrogou até o dia 31 de maio de 2020 a suspensão das gratuidades nos transportes públicos. A medida é válida para os estudantes que possuem o Passe Livre Universitário e para os alunos matriculados no ensino fundamental e médio de escolas municipais.

Assim, segundo a Prefeitura, os benefícios serão suspensos, conforme as restrições de funcionamento das instituições de ensino.

A suspensão, segundo a administração municipal, integra as medidas para reforçar o isolamento social e combater a pandemia do coronavírus na cidade do Rio de Janeiro. A decisão foi publicada no Diário Oficial desta terça-feira, 19/05.

Confira outras medidas da Secretaria Municipal de Transportes para evitar a proliferação do novo coronavírus na cidade:

Mudança na operação do BRT

A secretaria suspendeu seis serviços do sistema BRT e criou outros quatro, em caráter temporário, a fim de dar maior agilidade no embarque e minimizar a aglomeração de passageiros nas plataformas dos terminais e estações de BRT.

A mudança proporciona o aumento da oferta de veículos para a população e a redução dos intervalos nos corredores onde há maior procura pelo transporte.

Multas por lotação

Fiscais da secretaria também percorrem a cidade e os corredores do BRT, diariamente e em diferentes turnos, para verificar se a determinação de transportar somente passageiros sentados, uma das primeiras medidas adotadas, está sendo respeitada.

Desde o início das ações, 357 multas foram aplicadas aos consórcios por lotação nos ônibus e outras irregularidades, como falta de vistoria e circulação com frota abaixo do determinado.

Higienização e uso de máscaras

Equipes da secretaria também verificam se as empresas estão cumprindo a determinação de realizar a desinfecção dos coletivos, diariamente, antes do início da operação, e o uso de máscaras pelos motoristas e por funcionários das garagens.

Gratuidade idosos

A secretaria instituiu a limitação da gratuidade para idosos nos ônibus municipais, para que só usem se precisarem se deslocar para obter atendimento médico. As viagens, que antes eram livres, passaram a ter o limite de quatro por dia.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta