Prefeitura do Rio de Janeiro multa OAS em R$ 60 milhões por irregularidades em obras da Transcarioca

Publicado em: 19 de maio de 2020

De acordo com a Prefeitura, a multa foi aplicada após esgotados os recursos administrativos para ampla defesa da empresa.

Problemas foram identificados em trecho do Aeroporto de Galeão até a Penha

JESSICA MARQUES

O Prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, informou nesta terça-feira, 19 de maio de 2020, que a Prefeitura multou em R$ 60 milhões a construtora OAS. A penalidade foi aplicada por  irregularidades detectadas pela Controladoria Geral do Município (CGM) nas obras da Transcarioca, no trecho entre o Aeroporto do Galeão e a Penha.

De acordo com a Prefeitura, a multa foi aplicada após esgotados os recursos administrativos para ampla defesa da empresa.

“Depois de um processo administrativo muito longo, em que foi oferecido todas as possibilidades de defesa, de contraditória, publicou-se hoje uma multa de R$ 60 milhões na empresa OAS, por conta da obra Transcarioca, do trecho do Aeroporto do Galeão até a Penha”, afirmou Crivella.

O prefeito afirmou que a multa foi aplicada por superfaturamento e sobrepreço nas obras do trecho.

Ouça:

Conforme noticiado pelo Diário do Transporte em 2018, a Prefeitura estimava na época que, somente em concreto, poderiam ter sido pagos em torno de R$ 15 milhões a mais do que foi realmente usado.

Relembre: Prefeitura do Rio de Janeiro suspeita de irregularidades em obras do BRT Transcarioca

As obras foram de responsabilidade do consórcio composto pelas empresas Andrade Gutierrez, OAS, Carioca Engenharia e Conter na gestão do então prefeito Eduardo Paes, que foi candidato ao Governo do Rio de Janeiro.

Em nota, a OAS informou que, “por meio de sua nova gestão, fechou, em novembro de 2019, o acordo de leniência com o CGU e AGU. A empresa está à disposição da Justiça para prestar esclarecimentos que se fizerem necessários.”

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta