Doria diz que protocolo de lockdown já está pronto, mas não deve ser aplicado em curto prazo

(Foto: Arquivo/Ilustrativa)

Decisão pode mudar dependendo de fatores como o avanço do número de casos, mortes pela Covid-19 e disponibilidade da rede de saúde

ADAMO BAZANI

Em entrevista coletiva no início da tarde desta sexta-feira, 15 de maio de 2020, o governador de São Paulo, João Doria, anunciou que avalia dia a dia a possibilidade de um lockdown no Estado.

Segundo o governador, o protocolo existe e está pronto, mas ainda não considera a possibilidade em curto prazo.

Decisão pode mudar dependendo de fatores como o avanço do número de casos, mortes pela Covid-19 e da disponibilidade da rede de saúde.

Se houver necessidade de lockdown, a ação inicialmente deve ser regionalizada, dependendo das áreas onde a incidência da Covid-19 for mais forte.

O governador disse que o tema já foi abordado com os prefeitos e que a decisão não pode ser tomada isoladamente, por exemplo, somente na capital pelo impacto nos municípios vizinhos.

Doria ainda diz que tem dialogado com o prefeito Bruno Covas e que a manutenção ou não do “mega rodízio” de veículos depende do balanço desta semana.

Até o momento, o índice de isolamento subiu muito pouco, mas a demanda de transporte coletivo teve um crescimento maior.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Brasilândia, Tiradentes, Angela, Campo Limpo, são locais de fácil detecção e aumentos de mortes, devido à aglomeração de pessoas em cômodos ultra pequenos,,,estes locais é que devem ser vistos com mais atenção. ah e S. Mateus é outra àrea teimosa,,,policia rondando e aplicando a lei,,,

  2. Luis Carlos da Silva disse:

    As pessoas em seus carros não dão lucros aos cofres públicos.
    Agora jogadas no transporte , irão gerar mais receitas e todos interessados passam a lucrar,menos o munícipe.

Deixe uma resposta