Sindicato anuncia greve de ônibus em Teresina (PI) para sexta-feira (15)

Publicado em: 13 de maio de 2020

Categoria reivindica salários atrasados. Foto: Divulgação / Strans.

Paralisação começará à meia-noite e seguirá por tempo indeterminado

WILLIAN MOREIRA

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresa de Transportes Rodoviários do Piauí (Sintetro-PI), Fernando Feijão, em publicação nas redes sociais, comunicou uma paralisação de todo o transporte coletivo na cidade de Teresina, Estado do Piauí, a partir da zero hora de sexta-feira, 15 de maio de 2020.

A entidade alega a ausência de pagamentos de boa parte dos funcionários desde março, condições de trabalho ruim na garagem e que a empresa estaria forçando o pedido de demissão dos trabalhadores com o pagamento dos direitos parcelado em 10 vezes e somente após o fim da pandemia do coronavírus, inclusive a abertura de mão por parte do funcionário, de receber a multa rescisória.

O presidente Fernando Feijão também mencionou dos 374 cobradores, 611 motoristas e funcionários da manutenção, somente uma pequena parte deste grupo começou a receber os salários atrasados, mesmo após denuncia ao Ministério Público do Estado (MP) e ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

“O Consórcio Teresina vem desobedecendo até o decreto da Secretaria Municipal de Saúde. As condições de trabalho não permitem permanecer naquele lugar [referindo a garagem da empresa], não tem espaço adequado, não tem água, não tem sabão, não tem álcool em gel e ele funcionário pode se contaminar e contaminar outras pessoas no transporte”, disse Feijão.

O Sindicato espera que durante essa quarta e quinta-feira, uma negociação aconteça e um acordo para pagamento dos funcionário e a garantia de empregos seja possível, para evitar a greve.

“Infelizmente os 30% de ônibus que estão rodando vão parar, mas esperamos ainda que haja alguma negociação, caso contrario haverá paralisação”, completou Fernando Feijão.

Inicialmente, a greve havia sido deflagrada para quinta-feira, conforme noticiado pelo Diário do Transporte.

Relembre: Rodoviários de Teresina deflagram greve de ônibus para quinta-feira

O Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros de Teresina (SETUT) encaminhou sua posição a respeito do assunto ao Diário do Transporte:

Posicionamento – SETUT

O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Teresina (SETUT), em virtude do ofício recebido do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Rodoviários no Estado do Piauí (SINTETRO), informando realização de greve da categoria a ser iniciada às 00:00 do dia 15/05/2020, vem, por meio desta nota, lamentar a adoção de tal medida no momento porque passa o mundo, o Brasil, o Piauí e em especial Teresina, decorrente da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). O SETUT também se solidariza com a população de Teresina, em especial os trabalhadores em serviços essenciais, principalmente os da área de saúde, pelo prejuízo que lhe causará o movimento grevista iniciado pelos trabalhadores do setor de transportes urbanos desta capital. 

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Moyses antonio lira de sousa disse:

    Eu apoio a greve dos motoristas..porem os do Nova Teresina não tão cumprindo os horários pra nós funcionários da saúde bato o ponto digital 19hs chego na Frei serafim 19:20 horas o ônibus já tem passado 18 horas isso só o nova Teresina 332..veja isso Sr feijão

  2. Ian Gabriel disse:

    Empresa vagabunda, mas o pior são os que dependem desse lixo pra poder se locomover até o trabalho

Deixe uma resposta