Ribeirão Preto muda edital e remarca licitação para obras em dois corredores de ônibus

Publicado em: 13 de maio de 2020

Ônibus em Ribeirão Preto. Sistema deve contar com mais corredores

Data inicial era para 14 de maio. Entrega de propostas foi mudada para 15 de junho

ADAMO BAZANI/ALEXANDRE PELEGI

A prefeitura de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, publicou comunicado oficial nesta quarta-feira, 13 de maio de 2020, informando que alterou o edital de licitação para a implantação dos trechos 2 e 3 do Corredor de ônibus Norte-Sul e a ciclovia Luzitana.

As retificações serão publicadas no site da prefeitura.

O valor inicial do processo licitatório foi estimado em R$ 50,75 milhões (R$ 50.752.652,86)

A data de entrega de propostas também foi modificada, passando de 14 de maio para 15 de junho de 2020.

IMAGEM

O trecho 2 do Corredor abrange as avenidas Mogiana, Paschoal Innechi e Meira Junior. Já o trecho 3, será implantado na avenida Independência.

Os corredores fazem parte dos 11 corredores de ônibus que serão implantados em Ribeirão Preto, totalizando 56 quilômetros, e das 27 obras viárias previstas no Programa Ribeirão Mobilidade.

Já foram iniciadas as obras na avenida do Café e, em novembro de 2019, a prefeitura licitou os eixos da avenida Saudade – São Paulo e avenida Dom Pedro I, no valor de R$ 39,7 milhões. A licitação foi vencida pela empresa Coesa Engenharia, com proposta de R$ 39.740.679,60 para implantar os dois corredores. As obras, licitadas em conjunto, serão realizadas pela no prazo de 12 meses e irão beneficiar quase dois milhões e meio de usuários do transporte coletivo urbano. Relembre: Ribeirão Preto abre licitação para corredores de ônibus

Fora os 3 corredores licitados, e a obra da avenida da Saudade, a prefeitura programa construir ainda os seguintes corredores:

– Corredor Av. Presidente Vargas;

– Corredor Norte X Sul – trecho 1 – avenidas Recife, Thomas Alberto Whately e Brasil;

– Corredor Norte X Sul – trecho 4 – av. Independência, Ligia Latuf Salomão, Braz Olaia Acosta e Cel. Fernando Ferreira Leite;

– Corredor Leste X Oeste – avenidas. Castelo Branco, Treze de Maio e ruas Capitão Salomão e Goiás;

– Corredor Leste X Oeste – avenidas Presidente Kennedy, Costábile Romano, Nove de Julho;

– Corredor região central – ruas Lafaiete, Florêncio de Abreu, Visconde de Inhaúma e Barão do Amazonas.

PROGRAMA RIBEIRÃO MOBILIDADE

As 27 obras do programa irão beneficiar os 4.154.118 usuários do transporte público, segundo a prefeitura. O investimento total se aproxima de R$ 500 milhões, sendo R$ 310.000.000,00 provenientes de recursos do Governo Federal e, o restante, do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa) e outras agências de crédito.

Ainda de acordo com a prefeitura, já foram entregues três pontes na avenida Francisco Junqueira, a duplicação da Mugnatto Marincek, as quatro frentes de recapeamento concluídas e o recape da rua Tapajós. Em execução: recuperação da Estrada do Piripau, ampliação da Av. Fernando Ferreira Leite, readequação viária da Praça Hélio Smidt, prolongamento da Av. Dina Rizzi, o viaduto sobre o córrego Retiro Saudoso, os recapeamentos iniciados em outubro, recapes iniciados em 12 de novembro de 2019 e o início da implantação do viaduto na avenida Brasil sobre a avenida Mogiana.

Adamo Bazani e Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta