Covid-19: Penápolis (SP) continua sem transporte coletivo para preservar idosos

Publicado em: 13 de maio de 2020

Foto: prefeitura de Penápolis

Prefeitura divulgou levantamentos que apontam que 80% dos usuários do transporte local têm acima de 60 anos

ALEXANDRE PELEGI

A prefeitura de Penápolis, cidade do interior paulista com 63 mil habitantes, continuará com o transporte coletivo desativado.

O transporte não circula na cidade desde 23 de março, conforme decreto municipal publicado em 20 de março de 2020, que ampliou as medidas para conter a disseminação do coronavírus no município.

A medida, na época, visava proteger os idosos, que representavam mais de 50% dos passageiros do sistema. Quando da publicação do decreto, a prefeitura alegou que a maioria desse grupo não estava respeitando as orientações de permanecer em suas residências.

Nesta semana, a prefeitura divulgou levantamentos que apontam que 80% dos usuários do transporte local têm acima de 60 anos.

Com a ampliação da quarentena, a prefeitura decidiu manter a proibição de circulação dos ônibus até a próxima semana.

Em declaração ao jornal Interior, de Penápolis, o prefeito Célio de Oliveira afirmou que infelizmente decidiu adiar o retorno do serviço “por causa deste público, que a gente tem que preservar”.

O transporte coletivo em Penápolis, com cinco linhas, atende a todos os bairros da cidade, diferenciadas por cores: prata, verde, amarela, laranja e vermelha.

Todos os coletivos passam no Terminal Rodoviário a cada 50 minutos, no período das 5h às 20h.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta