Greve de ônibus em Ribeirão Preto (SP) é encerrada

Publicado em: 12 de maio de 2020

Presidente do Seeturp, João Henrique Bueno explicando em vídeo sobre o fim da greve. Foto: Reprodução

Após acordo entre sindicato e empresas, o pagamento dos motoristas será realizado, pondo fim à paralisação

WILLIAN MOREIRA

Terminou no final da madrugada desta terça-feira, 12 de maio de 2020, a paralisação de motoristas e cobradores do transporte coletivo na cidade de Ribeirão Preto, interior de São Paulo. Os trabalhadores haviam interrompido as atividades em razão de atrasos nos pagamentos.

O Sindicato dos Empregados em Empresas de Transporte Urbano e Suburbano de Passageiros de Ribeirão Preto e Região (Seeturp), comunicou por meio de suas redes sociais, que após reunião com a empresa Transcorp e Rápido D’Oeste, ambas se comprometeram a nesta manhã enviar ao banco a relação dos valores e funcionários a receber e que até o meio dia os devidos pagamentos já vão constar nas contas bancárias de cada colaborador.

A paralisação havia começado nesta segunda-feira, 11, depois que não houve um acordo quanto ao pagamento em atraso desde o dia 7 de maio. Desde então uma negociação estava acontecendo para que chegasse ao fim a greve. Terminando hoje com a sinalização do pagamento.

Em nota divulgada para a imprensa, o Presidente do Seeturp, João Henrique Bueno agradeceu aos passageiros pela compreensão do momento e que lamenta a inércia do Poder Público neste caso.

Mais uma vez, fica evidenciado a força da união dos empregados do transporte urbano de Ribeirão Preto.
Com salários e vale-alimentação reduzidos em 25% e muitos com seus contratos suspensos, as empresas Rápido D’Oeste e Transcorp, deixaram de pagar os salários de seus empregados, resultando na paralisação.

Com a união de todos, inclusive dos colegas da Turb, que mesmo tendo recebido seus salários, se solidarizaram com seus colegas, assim alcançamos nosso objetivo e hoje nas primeiras horas o pagamento foi liberado.

Agradecemos aos usuários do transporte urbano de Ribeirão Preto, pela compreensão e solidariedade.

Só temos a lamentar a inércia do Poder Público neste momento, que mais uma vez demonstrou sua incapacidade.

Ainda teremos muitas batalhas a serem travadas e juntos seremos vitoriosos.”

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

Deixe uma resposta