Prefeitura de Salvador anuncia restrições à circulação em três regiões

Publicado em: 7 de maio de 2020

Interdições ocorrem na região da Av. Joana Angélica; bairro Boca do Rio; e bairro plataforma. Foto: Felipe Pessoa de Albuquerque.

Anúncio foi realizado pelo Prefeito ACM Neto nesta quinta-feira

WILLIAN MOREIRA

O prefeito de Salvador, na Bahia, ACM Neto, anunciou na tarde desta quinta-feira, 07 de maio de 2020, novas medidas de combate ao novo coronavírus, que implicam em alterações no transporte, ações sociais e fechamento de vias.

Com duração de sete dias corridos, terá inicio no próximo sábado, 09 de maio de 2020, e durante uma semana será avaliado se o índice de pessoas em casa aumenta e se houve efeito positivo das medidas, que poderão ser prorrogadas, encerradas e também levadas a outros pontos de Salvador. Caso haja fortes chuvas entre a sexta e sábado, a medida começará a valer somente na próxima segunda, dia 11.

Segundo a Prefeitura, houve um significativo aumento de veículos e pessoas nas ruas, com registro de apenas 19% menos carros que em dias normais antes da crise, em algumas vias da cidade. Já o numero de passageiros no transporte é de 66% a menos que em dias normais.

ACM Neto fez questão de frisar que não será implantando um lockdown, mas sim barreiras sanitárias para diminuir o numero de pessoas nas ruas, em certos locais que o movimento aparentemente não se alterou.

“Quero dizer logo de inicio não estamos diante de lockdown, pois isso implica impedir a circulação de pessoas nas vias, as pessoas ficam proibidas de sair de casa. Essas medidas que vamos apresentar, não implicam em restrição das pessoas no seu recolhimento domiciliar, não esta cogitado [lockdown] neste momento”.

Ao todo serão três regiões com interdições viárias que vão valer entre às 7h até às 19h, todos os dias.

* região da Av. Joana Angélica;
* bairro Boca do Rio;
* bairro plataforma.

Moradores dos locais afetados e o transporte coletivo não serão impedidos de passar as barreiras, para que os usuários do transporte não sejam prejudicados. Já os moradores ao chegar em uma barreira, devem apresentar um comprovante de residência e assim constatado morar no local, terá sua passagem liberada.

Além das restrições, as regiões dos bloqueios vão receber ações do poder público, dentre elas a distribuição de cestas básicas para ambulantes e feirantes, entrega de máscaras em pontos estratégicos destes bairros, higienização de vias e medição da temperatura, junto com aplicação de testes rápidos.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Raimundo Santos disse:

    Fluxo intenso no comercio no bairro de Tancredo Neves (Rua Bahia).
    Muito perigosao para esse momento de pandemia.

Deixe uma resposta