Metrô de São Paulo adesiva trens e distribui máscaras aos passageiros

Publicado em: 5 de maio de 2020

Adesivo colocado tem formato de máscara. Fotos: Diário dos Trilhos.

Ação foi realizada nesta manhã na estação Tatuapé da Linha 3-Vermelha

WILLIAN MOREIRA

O Metrô de São Paulo realizou na manhã desta terça-feira, 05 de maio de 2020, uma ação educativa e de entrega de máscaras aos passageiros.

Nas estações Palmeiras-Barra Funda e Tatuapé da Linha 3-Vermelha profissionais da saúde entregaram máscaras de pano para os passageiros e orientaram como usar as máscaras, higienização e armazenamento.

Ação foi uma parceira entre o Hospital HCor, Itaú e Metrô. O infectologista Pedro Mathiasi, do HCor, comentou sobre a importância da campanha.

“Estimular as pessoas a aderir as práticas de segurança mais intensa. A se protegerem e usar de maneira correta as máscaras, da higienização das mãos. É numa campanha que começou internamente e agora estamos expandindo a comunidade, ajudando as autoridades a controlar essa pandemia”, disse.

“Às vezes presenciamos uma pessoa manuseando a máscara de maneira errada, mas é preciso saber manusear corretamente, saber quanto tempo pode usar. Os passageiros estão orientados sobre como usar a máscara da forma correta”, completou.

WhatsApp Image 2020-05-05 at 12.45.47

Pelo menos dez trens da companhia também foram adesivados na parte da frente com formato de uma máscara. Foram três trens em cada linha: 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha.

Nas redes sociais, uma imagem de um trem do monotrilho apareceu adesivado, gerando perguntas se os trens da Linha 15-Prata, suspensa há dois meses, iria voltar a funcionar. O Metrô, por sua vez, informou que foi apenas um teste e a linha segue fechada por tempo indeterminado.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Carolina disse:

    SO QUERIA SABER O VALOR GASTO PARA ADESIVAR O METRO!

Deixe uma resposta