Coronavírus: São Paulo terá cabines de higienização em 25 estações da CPTM e do Metrô

Publicado em: 4 de maio de 2020

Primeira tenda instalada na Estação Tatuapé da CPTM. Foto: Reprodução / Twitter Alexandre Baldy.

Primeira foi instalada nesta segunda-feira, 04

JESSICA MARQUES

O Estado de São Paulo terá cabines de higienização em 25 estações da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e do Metrô. A ação tem como objetivo combater a proliferação do novo coronavírus.

A informação foi divulgada pelo Governo do Estado nesta segunda-feira, 04, data em que a primeira cabine foi instalada. O equipamento já está funcionando na Estação Tatuapé, que atende as Linhas 11-Coral e 12-Safira da CPTM.

De acordo com a CPTM, a cabine de higienização está disponível aos passageiros durante todo o horário de funcionamento da estação, das 4h da manhã à meia-noite. Este é o primeiro box neutralizador instalado em toda a capital paulista e é uma parceria do Governo do Estado de São Paulo com a farmacêutica Neobrax.

“A ação está alinhada com outras medidas que a Secretaria dos Transportes Metropolitanos e o Governo do Estado vem tomando para enfrentar o COVID-19 e salvar vidas. A previsão é termos o box de higienização em mais 25 estações da CPTM e do Metrô. Acreditamos que com iniciativas inovadoras como essa e a colaboração de todos os cidadãos, vamos juntos vencer o Coronavírus”, disse o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, em nota.

De acordo com Vinícius Salateo, representante da Neobrax, mais 50 estações alem da Tatuapé vão receber os equipamentos, sendo 25 estações do Metrô e mais 25 da CPTM. Os locais estão sendo definidos.

COMO FUNCIONA

WhatsApp Image 2020-05-04 at 06.41.05

O Governo do Estado detalhou que a cabine, semelhante a um túnel com cerca de três metros, possui um sensor de presença, que aciona borrifadores com clorexidina, uma solução hidroalcoólica higienizante, eficaz contra bactérias, fungos, leveduras e vírus.

A solução, mais eficaz que o álcool no combate à doença, é certificada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Cada pessoa fica apenas quatro segundos dentro do box, e a eficácia da solução é de quatro horas.

“A clorexidina tem sido empregada para limpeza de superfícies, equipamentos e roupas em hospitais, consultórios odontológicos e outras unidades de saúde, na antissepsia da pele e membranas mucosas; e no tratamento de feridas e queimaduras.”

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    Parabéns!

    Avisem a fiscalizadora para colocar nos Terminais do buzão.

    SAÚDE A TODOS !

    Att,

    Paulo Gil

  2. Solange disse:

    bom dia . Qual a concentração da clorexidina , 0,12 ou 2%?

  3. Itamara disse:

    Essas tendas de esterilização deve ficar nas estações de mais fluxo. Na Se , no Braz. E nós terminais Parque dom Pedro ETC….

Deixe uma resposta