Embu das Artes torna obrigatório uso de máscaras em ônibus e ambientes públicos

Publicado em: 2 de maio de 2020

Motorista de ônibus da JTP com máscara; empresa diz que oferece equipamento para funcionários

Medida já está em vigor e passageiros sem máscara serão impedidos de ingressar nos transportes

ADAMO BAZANI

Passageiros de ônibus de Embu das Artes, na Grande São Paulo, já são obrigados a usar máscaras nas linhas municipais como medida de impedir o avanço do novo coronavírus.

A obrigatoriedade também vale para os funcionários do sistema de transporte municipal.

Decreto do prefeito Claudinei Alves dos Santos ainda determina o uso de máscaras pelos motoristas e passageiros em táxis e carros de aplicativo.

As pessoas também são obrigadas a usar máscaras em repartições públicas e privadas, estabelecimentos como farmácias, padarias, mercados, supermercados, em vias públicas, praças e áreas comuns de condomínios.

Os passageiros nos ônibus, táxis e aplicativos de transporte e clientes de estabelecimentos comerciais terão a entrada impedida se não estiveram com máscara.

A JTP Transportes, concessionária das linhas municipais de ônibus, informou ao Diário do Transporte que fornece aos funcionários máscaras e álcool em gel.

TRANSPORTES METROPOLITANOS, DA CAPITAL E RODOVIÁRIOS:

Também a partir de segunda-feira, 04, como mostrou o Diário do Transporte, por decretos do governador João Doria e do prefeito da capital paulista, Bruno Covas, o uso de máscaras passa  a ser obrigatório nos ônibus comuns e seletivos gerenciados pela EMTU, nos trólebus e ônibus da Metra no Corredor ABD, nos trens da CPTM, no Metrô, nos ônibus da cidade de São Paulo gerenciados pela SPTrans e nos ônibus rodoviários ou suburbanos do sistema da Artesp.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/04/29/doria-decreta-obrigatoriedade-de-uso-de-mascaras-no-transporte/

CUIDADO COM AS MÁSCARAS:

As máscaras podem reduzir o risco de contágio pelo novo coronavírus, mas devem ser manuseadas, colocadas e retiradas de forma correta:

– Guarde as máscaras limpas em sacolas plásticas higienizadas;

– Antes de colocar, lave bem as mãos e, de preferência, o rosto também;

– Não coloque as mãos no pano. Sempre manuseie pelo elástico ou cordão;

– Ajuste pelas bordas, se necessário, a fim de ficar confortável o uso, mas desde que boca e nariz fiquem bem cobertos;

– Se precisar tirar, lave as mãos, coloque em outra sacola plástica só tocando no elástico ou cordão, e lave as mãos de novo;

-Ao chegar em casa, coloque a máscara num recipiente com água sanitária, água e sabão em pó, deixando por meia hora. Depois lave com sabão em pedra esfregando bem, mas sem danificar o tecido, e coloque para secar preferencialmente no sol;

– Guarde em uma sacola plástica esterilizada.

E lembre-se, máscara nunca deve ser usada no queixo.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Elaine Pereira disse:

    Que ótima essa medida! Só assim mesmo para a maioria das pessoas começarem a usar a máscara, me sinto um pouco mais segura em público quando uso máscara e vejo todos em minha volta usando máscaras também.

  2. Rita Fonseca disse:

    Está correto, seguindo as orientações gerais. Mas as festas, com aglomerações humanas, na rua e em residências, perturbação do sossego com som alto, prejudicando os munícipes que estão cumprindo o isolamento social? E ainda promovidas com o dinheiro do auxílio emergencial???
    Será tomada alguma providência???
    Pq aqui no Jardim Dom José, a rua Santana de Parnaíba está em “férias remuneradas pelo dinheiro do povo (auxílio emergencial) constantemente!

Deixe uma resposta