Poços de Caldas flexibiliza comércio e determina uso obrigatório de máscara em espaços públicos

Publicado em: 1 de maio de 2020

Obrigatoriedade se estende aos ônibus da cidade

ALEXANDRE PELEGI

Poços de Caldas, em Minas Gerais, decidiu adotar o Distanciamento Social Seletivo (DSS), conforme determina o Decreto n° 13.312.

A partir deste 1º de Maio, Dia do Trabalho, estabelecimentos comerciais e de serviços voltam a funcionar na cidade.

A medida ocorre após deliberação do Comitê Municipal Gestor Extraordinário do Plano de Contingenciamento em Saúde do Coronavírus – Comitê Extraordinário COVID-19 – que apontou para a flexibilização das medidas em vigor, de forma controlada e gradativa, observadas as medidas de segurança.

A partir de hoje passa a ser obrigatório também o uso de máscara facial por todos os cidadãos ao sair às ruas. O dispositivo atua como barreira na propagação da doença.

Essa retomada precisa ser feita com parcimônia. A doença não acabou. Estamos em uma fase que ainda temos muito a caminhar. Vamos entender isso e colaborar, a fim de que a doença não apareça com força na cidade. Vamos continuar com a higienização das mãos, que é fundamental. Quem não precisar, por favor, fique em casa. E vamos usar máscara, que a partir de agora é absolutamente indispensável. Eu faço esse apelo: a qualquer lugar que você for, vá de máscara”, destaca o secretário municipal de Saúde, Carlos Mosconi.

A Prefeitura já distribuiu máscaras aos servidores municipais e nas feiras livres. Máscaras também serão distribuídas nas Unidades Básicas de Saúde para pacientes cadastrados.

O Decreto n° 13.312 estabelece ainda que a Auto Omnibus Circullare, concessionária do serviço de transporte público coletivo, deve exigir o uso de máscaras de proteção facial por todos os passageiros e funcionários. Funcionários da empresa já receberam kits com equipamentos de proteção individual.

A mesma regra vale para os estabelecimentos comerciais, que devem exigir o uso obrigatório do dispositivo por todos que adentrarem no local, proibindo a entrada de pessoas sem a devida proteção ou fornecendo máscara para que o acesso seja permitido.

Além do uso da máscara, é necessário evitar aglomerações, manter uma distância mínima de dois metros das outras pessoas e fazer a higienização das mãos com água e sabão e ou álcool 70%.

poços01poços02poços03


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta