Carris passa a operar linhas noturnas da Zona Sul de Porto Alegre

Publicado em: 1 de maio de 2020

A Carris é a mais antiga empresa de transporte coletivo do país em atividade. Foto: Prefeitura de Porto Alegre

Empresa pública absorveu a redistribuição da operação em decorrência da dificuldade de atendimento das atuais operadoras, prejudicadas pela queda na demanda

ALEXANDRE PELEGI

A partir desta sexta-feira, 1º de maio de 2020, a Companhia Carris Porto-Alegrense, empresa da Prefeitura de Porto Alegre, passa a operar três linhas de transporte público no horário noturno do sistema de transporte da capital do Rio Grande do Sul.

Trata-se de três eixos importantes de deslocamento da Zona Sul da Capital, as linhas M10, M68 e M79.

Na semana passada, a Associação dos Transportadores de Passageiros de Porto Alegre (ATP) informou a suspensão desses itinerários durante a noite. O motivo foi a dificuldade dos operadores em manter a operação devido à queda no número de passageiros em 72%, o que redundou na redução da operação em circulação em 60%. O motivo foi a situação de restrições provocada pela pandemia de Covid-19.

Já na segunda-feira, 04 de maio, a Carris passa a atender mais três itinerários a partir das 19h, desativados no domingo, 26 de abril, pela ATP.

Essas linhas passam pela Vila Cruzeiro, pelo Hospital Divina Providência e Lami (linhas 282, 260 e 267).

Desde a suspensão dos itinerários noturnos a prefeitura de Porto Alegre trabalha para manter o serviço, por meio de negociações feitas pela Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC).

Com mais disponibilidade de pessoal em razão do regime de trabalho, a operação da Carris tem condições de assumir a operação.

Comunicado da prefeitura da capital informa que em decorrência da pandemia de coronavírus diversos ajustes têm sido feitos na oferta de transporte coletivo.

Os ajustes são realizados conforme a demanda de passageiros registrada e analisada a cada dia.

Para garantir a circulação em horários e linhas mais utilizadas, consideradas prioridade, alguns horários com número baixo de passageiros foram suspensos.

Os itinerários noturnos que a Carris passará a operar fazem a ligação com a Zona Sul, e são considerados essenciais.

A EPTC informa que poderá fazer novas adaptações nos próximos dias, que serão informadas nos canais oficiais.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Denise disse:

    Senhores, a operação da Carris nas linhas da zona sul está com saída da av. Borges de Medeiros no horário noturno está trazendo um grupo demotoristas e cobradores às 01:00 da madrugada e fazendo com que se aglomerem no canteiro central na esquina com a Jerônimo Coelho. Ele falam, gritam e riem muito alto para aquele horário de descanso para os moradores. Sloicito que conversem com eles, pois até o Serraria 179 ocupa o espaço de um ponto de táxi para reunir-se com os demais colegas. Chega a ter 14 homens falando alto demais. Porfavor, só peço que falem mais baixo e fiquem na esquina onde está o edifício cristaleira e não no centro da avenida. Obrigada

Deixe uma resposta