Máquina para recarga de cartão de ônibus é vandalizada no Terminal Corrêas, em Petrópolis (RJ)

Publicado em: 29 de abril de 2020

Riocard Mais encaminhou equipe ao local para verificar os danos e realizar os reparos necessários

JESSICA MARQUES

Uma máquina de autoatendimento da Riocard Mais, instalada no Terminal Corrêas, em Petrópolis, no Rio de Janeiro, teve a tela destruída por um usuário em um ato de vandalismo. O crime ocorreu na manhã desta quarta-feira, 29 de abril de 2020.

Segundo a Riocard Mais, uma equipe foi encaminhada ao local para verificar os danos e realizar os reparos necessários.

“Vale ressaltar que as novas máquinas foram instaladas em setembro do ano passado, facilitando a vida dos passageiros que ainda não fazem os procedimentos de recarga de forma virtual”, informou o Setranspetro (Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários de Petrópolis), em nota.

“Os atos de vandalismo atrapalham o serviço. Apelamos para que a população denuncie esse tipo de ação contra os equipamentos. Nesse último caso, houve a quebra do touch, que é o responsável em levar as informações do toque do dedo da tela para o processador, impedindo assim qualquer outro procedimento no dispositivo”, disse Carla Rivetti, gerente do Setranspetro.

Segundo o sindicato, as máquinas de autoatendimento viram alvo de vandalismo com frequência. Entre as principais ações, estão a inserção de objetos no colocador de notas, além dos cortes na fiação de energia do dispositivo e até urina no equipamento.

Para amenizar o problema, a Riocard Mais informou que está intensificando seus serviços de forma online, oferecendo mais praticidade e conforto aos clientes.

“Além dos ATMs [máquinas], que realizam recarga mínima a partir de R$ 10, a recarga dos cartões de bilhetagem eletrônica também é feita de forma rápida e eficiente com a nova versão do aplicativo Riocard Mais, disponível para download gratuito nos sistemas Android e IOS. Na plataforma, cujo valor mínimo é de R$ 4,05, o passageiro pode comprar a passagem utilizando cartões de crédito, débito ou boleto bancário. A inovação traz mais facilidade e serviços disponíveis para os clientes, além de um clube de vantagens.”

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta