Ônibus de São Caetano do Sul têm limpeza reforçada e estação de trem recebe ponto para higienização das mãos

Publicado em: 28 de abril de 2020

Ônibus trazem nos letreiros mensagens de conscientização sobre a proteção contra o vírus. Foto: Divulgação.

Ações têm como objetivo combater a proliferação do novo coronavírus na cidade

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de São Caetano do Sul, no ABC Paulista, informou por meio de nota que o combate ao coronavírus no transporte coletivo foi intensificado. Os ônibus estão com limpeza diária reforçada e a estação de trem no centro da cidade recebeu um ponto para higienização das mãos.

Assim, os passageiros que forem acessar a passagem subterrânea da estação São Caetano do Sul da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) vão se deparar com um local para lavar as mãos. A Prefeitura instalou uma pia com sabão e papel para a higienização completa sem a necessidade de ir até um dos banheiros do local.

28042020 Estacao Higenizacao-2

Os locais, chamados de “Estação de Higienização” trazem orientações sobre como lavar as mãos corretamente, passo a passo: passar o sabão e molhar com água; esfregar a palma, o polegar e entre os dedos; lavar o dorso das mãos e os punhos, e enxaguar.

A Prefeitura informou que também vai instalar as estações próximo aos embarques da CPTM e do terminal rodoviário intermunicipal. Além disso, a administração municipal planeja a expansão para outros pontos da cidade, com grande circulação de pessoas.

Sobre os ônibus, a Prefeitura informou, por meio de nota, que a limpeza foi reforçada para evitar a proliferação do vírus dentro dos veículos.

“A primeira higienização é feita logo que os carros saem da garagem, no começo do dia. Depois, são feitas higienizações no Terminal São Caetano, nos intervalos de cada viagem; a última do dia acontece quando os carros são recolhidos na garagem”, explicou o responsável de Tráfego da concessionária, José Alaor.

MÁSCARA

A Prefeitura também tornou obrigatório o uso de máscara para passageiros de ônibus, táxi e transporte por aplicativo na cidade. O decreto nº 11.539, de 24 de abril de 2020, foi publicada no Diário Oficial desta segunda-feira, 27. Além disso, o texto obriga o uso de máscara em estabelecimentos comerciais, industriais e serviços.

Relembre: São Caetano do Sul torna obrigatório uso de máscara em ônibus, táxi e transporte por aplicativo

LETREIRO

De acordo com a Prefeitura, a VIPE (Viação Padre Eustáquio), concessionária do transporte público em São Caetano do Sul, já está devidamente preparada para cumprir o decreto.

Os ônibus trazem nos letreiros mensagens de conscientização sobre a proteção contra o vírus. Entre as frases estão “use máscara”, “previna-se”, “lave as mãos” e “juntos vamos derrotar o vírus”.

“Atualmente, por conta da quarentena, estão circulando 50% dos veículos da frota (24 ônibus novos) em dias da semana, e cerca de 30% nos fins de semana”, informou a administração municipal, também em nota.

MOTORISTAS

A Semob (Secretaria de Mobilidade Urbana) de São Caetano do Sul também informou que tem utilizado dois PMVs (Painéis de Mensagens Variáveis) para auxiliar na informação a motoristas sobre as questões do coronavírus neste período de quarentena.

24042020 Letreiros Contra o Covid-6

O diretor de trânsito, Marcelo Ferreira de Souza, detalhou a importância de se usar todas as ferramentas possíveis para informar a população.

“Temos dois PMVs, que são utilizados em locais específicos de movimento, neste caso de veículos que são utilizados por quem continua trabalhando em serviços essenciais, para que possamos nos comunicar com os motoristas. Neste caso, mostramos possíveis alterações de rotas, informações sobre o vírus, entre outras tantas possibilidades”, explicou, em nota.

A Prefeitura também está realizando blitze orientativas na cidade sobre formas de evitar a disseminação do novo coronavírus. Entre as medidas, a principal é o distanciamento social.

Relembre: São Caetano do Sul realiza blitze orientativa sobre Covid-19 e mantém Zona Azul suspensa

De acordo com a Prefeitura, as viaturas estão posicionadas em locais estratégicos, nos bairros Barcelona, Mauá (Base de Segurança), Fundação (Viaduto Independência) e Centro. Assim, as vias são parcialmente interditadas para a abordagem educativa dos motoristas.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta