Parte dos passageiros de Suzano se recusa a usar máscaras como determina decreto, diz empresa de ônibus

Publicado em: 27 de abril de 2020

Ônibus municipal de Suzano em saída de terminal

Segundo Radial Transporte, funcionários usam a proteção para minimizar os riscos de contágio pelo novo coronavírus. Empresa diz que passageiros estão sendo até agressivos contra funcionários

ADAMO BAZANI

Pelo menos 20% dos passageiros do transporte coletivo de Suzano, na Grande São Paulo, não estão usando máscaras de pano para proteção contra o novo coronavírus, apesar de o decreto municipal nº 9.432/2020, da Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana de Suzano, impedir que o usuário embarque em qualquer veículo de transporte coletivo sem o uso do item.

A informação é da empresa Radial Transporte que opera as linhas municipais.

Segundo nota da companhia, com base em dados divulgados pelos agentes da fiscalização municipal, cerca de 20% da população se recusa a usar o equipamento de segurança.

Pelo decreto, a multa à empresa que transportar passageiros sem máscara é de 300 Unidades Fiscais – UFs.

Ainda segundo a empresa de ônibus, alguns passageiros estão sendo até agressivos com os motoristas e cobradores quando são advertidos sobre o decreto com a obrigatoriedade.

“A saúde de funcionários e passageiros é uma preocupação constante, mas agora temos um decreto que pode nos multar se levarmos passageiros sem máscaras. Desde então, estamos investindo recursos para proteger tanto a população quanto nossos próprios colaboradores. Acho que a população precisa entender que isso é para o bem de todos. Por isso, é importante fazer a sua parte. Caso precisar sair de casa, vá de ônibus e use máscara para proteger a saúde de quem você ama”, afirmou na nota, o encarregado operacional da Radial Transporte, Antônio Caetano.

A companhia de ônibus ainda afirmou que intensificou a distribuição das máscaras para os funcionários, começando pelos motoristas, cobradores e faxineiros.

A empresa ainda diz que faz campanhas de conscientização para prevenção do novo coronavírus em redes sociais, que entregou cerca de 300 máscaras para idosos e que intensificou a higienização de ônibus e terminais.

“A higienização dos ônibus foi intensificada e o Terminal Norte de Suzano ganhou uma equipe de faxina adicional. Os veículos também são limpos com álcool em gel durante o trajeto das linhas maiores. Também houve a entrega de cerca de 300 máscaras respiratórias para idosos e a instalação de recipientes de álcool em gel nos terminais para higienização das mãos.” – complementa a nota.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Claudio José dos Santos disse:

    É triste ver o despreparo tanto do povo (não atentando pra sua segurança e saúde), quanto das autoridades “incompetentes” ao lidar com o “direito” do cidadão e com a CONSTITUIÇÃO.

  2. evandro barreto disse:

    Acho importante o uso das máscaras nós ônibus,mas essa empresa deveria cumprir com os horários dos ônibus principalmente nas madrugadas …pois é uma bagunça todos os dias..
    Não se sabe qual horário certo para pegar o ônibus principalmente o que sai da Cia Suzano papel…

  3. Certos brasileiros são cabeça dura,,,não dá conta que isso é para o bem da vida de todos. se eu uso preservo meu próximo, se ele usa , me preserva..

  4. Augusto S.de Oliveira disse:

    É triste observar o povo Suzanense sendo obrigado a obedecer um decreto absurdo por si só(Decreto 9432/2020),não fosse o mesmo inconstitucional,pois fere as garantias constitucionais dos cidadãos!
    Tal tipo de decreto tem fins meramente arrecadatórios,o povo bem sabe disso.
    Nenhuma das “autoridades” envolvidas em tal expediente está realmente preocupada com a saúde pública,seus motivos são sobejamente conhecidos,a saber: politicagem da mais rasteira e corrupção.
    Espero que tal “autoridade” se lembre que teremos eleições em breve e jamais esqueceremos isso!
    Ps:Obrigado por violar os meus direitos constitucionais!

  5. Rubens disse:

    Esses passageiros que reclamam tanto de usar máscara e dos ônibus em Suzano porque não ficam em casa fariam um bem pra eles mesmo e principalmente pra humanidade vocês só vão se consientizar da gravidade quando um ente querido .morrer quer saber deus abençoe os funcionários da Radial porque ague tar certos tipos de passageiros só com a benção de Deus

  6. Leonardo Frederico de Paula disse:

    Foi acusado de proliferar COVID 19 por não usar mascara ???

    A calúnia consiste em acusar alguém publicamente de um crime. Está prevista no artigo 138 do Código Penal Brasileiro, e prevê detenção de 6 meses a 2 anos, além do pagamento de multa.

Deixe uma resposta