Mesmo com decisão da Justiça, transporte não é restabelecido em Sorocaba

Publicado em: 27 de abril de 2020

Ônibus municipal de Sorocaba

Funcionários de empresas de ônibus ainda estão em greve. TRT determinou 40% da frota

ADAMO BAZANI

Os ônibus em Sorocaba, no interior de São Paulo ainda não deixaram as garagens na manhã desta segunda-feira, 27 de abril de 2020, mesmo com uma determinação deste domingo do TRT – Tribunal Regional do Trabalho para que ao menos 40% da frota estejam em operação.

Motoristas e demais trabalhadores dos transportes estão de braços cruzados desde sexta-feira por causa de atrasos nos pagamentos de salários de benefícios.

Na quinta-feira houve uma paralisação das 12h30 às 16h, mas na sexta-feira, ao saberem de demissões, os trabalhadores cruzaram os braços.

A decisão do desembargador do trabalho Dagoberto Nishina Azevedo ainda determina multa diária de R$ 500 mil ao Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região.

As empresas de ônibus alegam dificuldades financeiras devido à queda da demanda de passageiros por causa da crise ocasionada pelo novo coronavírus.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Carlos André da Silva Sousa disse:

    Eles estão certos ninguém trabalha sem pagamentos ,esses vagabundos deveriam pagar -los pois é por isso que trabalhamos para termos uma ocupação e para receber .

Deixe uma resposta